outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

:: ‘Demissão’

MEC demite responsável por edital que liberava livro com erro

ministroO ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, exonerou nesta sexta (11) dez pessoas que ocupavam cargos comissionados no Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), incluindo o chefe de gabinete do órgão, .

Como presidente interino do FNDE, foi Lot quem assinou a recente retificação no edital que permitiria a aquisição de obras com erros de impressão e propagandas (veja reprodução abaixo).

A alteração do edital, publicada no “Diário Oficial da União” no dia 2 de janeiro, também retirava a exigência para as editoras de retratar a diversidade étnica e o compromisso com ações de não violência contra a mulher, além de citar referências bibliográficas.

No mesmo dia da divulgação do caso pela imprensa na quarta (9), o MEC anulou o edital e culpou a gestão anterior, do governo Temer, de alterar o documento. O ex-ministro da Educação Rossieli Soares negou que a gestão dele tenha feito as mudanças no texto.

Nesta quinta (10), Vélez Rodríguez pediu a abertura de uma sindicânciapara apurar o caso.

Veja as alterações:

:: LEIA MAIS »

Sindicato em defesa dos direitos dos funcionários demitidos pela Comercial Ramos

Pegos de surpresa, cerca de 50 funcionários da empresa receberam a notícia no dia 24 de maio, em reunião realizada pelos gestores da instituição para comunicar que a partir daquele dia a loja não abriria mais. Segundo os funcionários, deram baixa na CTPS e entregaram o comprovante do aviso prévio para todos, sem comunicar o motivo do fechamento.

O Sindicato repudia todo e qualquer tipo de desrespeito pelo trabalhador e está acompanhando de perto o caso. Segundo nos informou a advogada do Sindicato, Camila Costa, que tem dado todo o suporte jurídico ao trabalhador nesse momento, já foram feitas denúncias junto ao Ministério Público do Trabalho e ao Ministério do Trabalho, bem como todo o acompanhamento do trabalhador nas suas reclamações trabalhistas.

:: LEIA MAIS »

Geddel pede demissão após crise gerada com denúncia de ex-ministro

gedelAcusado de ter pressionado o ex-titular da Cultura para liberar uma obra em Salvador, o ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, enviou na manhã desta sexta-feira (25), por e-mail, uma carta de demissão ao presidente Michel Temer. Segundo a assessoria da do Palácio do Planalto, o presidente Michel Temer aceitou o pedido de Geddel, que era responsável pela articulação política do governo federal com o Congresso Nacional.

A turbulência política provocada pela denúncia chegou ao gabinete presidencial nesta quinta (24) quando veio à tona o teor do depoimento prestado nesta semana pelo ex-ministro da Cultura Marcelo Calero à Polícia Federal (PF). Calero disse aos policiais que, durante uma audiência no Palácio do Planalto, Temer interveio em favor dos interesses do ministro da Secretaria de Governo.

O ex-ministro da Cultura, que pediu demissão na última sexta (18), gravou a conversa que teve na semana passada com Temer no Planalto, informou o Bom Dia Brasil. Procurado pela TV Globo, Calero disse que não pode falar desse assunto. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia