agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

:: ‘Denúncia’

Jovem usa redes sociais para denunciar padrasto por tortura e estupro contra ela e a mãe

evaUma jovem de 21 anos que mora no município de Camaçari, na região metropolitana de Salvador, usou as redes sociais para denunciar que ela e a mãe foram violentadas e torturadas durante anos pelo padrasto. O homem foi preso e, segundo a Polícia Civil, nega as acusações.

Eva Luana da Silva, de 21 anos, relatou em cinco posts no Instagram que o “caos” teve início quando ela tinha 12 anos. Ela conta que a mãe era constantemente vítima do companheiro e que, depois, passou a ser alvo dele também.

“Minha mãe era agredida, abusada, violada e torturada quase todos os dias. Meu padrasto era obsessivo e ciumento com ela. Resumindo de uma maneira geral, ela era agredida com chutes, joelhadas, objetos. Era abusada sexualmente de todas as formas possíveis. Era obrigada a tomar bebidas até vomitar e quando vomitava tinha que tomar o próprio vômito como castigo. Ele começou a me abusar sexualmente. Eu tinha nojo, repulsa, ódio e não entendia porque aquilo acontecia comigo. Me sentia uma criança estranha e diferente das outras”, contou a jovem.

A delegada Florisbela Rodrigues, titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) de Camaçari, disse que a jovem prestou depoimento no dia 30 de janeiro. A mãe dela também falou com a polícia e confirmou as denúncias da filha.

 “Minha mãe apanhou tanto que teve um parto prematuro, meu irmão morreu depois de 6 dias de nascido. Quando ela estava grávida dele, levou diversos chutes e joelhadas na barriga. Ele não queria mais um filho”, diz trecho de uma das postagens.

Ainda no Instagram, Eva diz que está sob proteção jurídica.

:: LEIA MAIS »

Geddel pede demissão após crise gerada com denúncia de ex-ministro

gedelAcusado de ter pressionado o ex-titular da Cultura para liberar uma obra em Salvador, o ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, enviou na manhã desta sexta-feira (25), por e-mail, uma carta de demissão ao presidente Michel Temer. Segundo a assessoria da do Palácio do Planalto, o presidente Michel Temer aceitou o pedido de Geddel, que era responsável pela articulação política do governo federal com o Congresso Nacional.

A turbulência política provocada pela denúncia chegou ao gabinete presidencial nesta quinta (24) quando veio à tona o teor do depoimento prestado nesta semana pelo ex-ministro da Cultura Marcelo Calero à Polícia Federal (PF). Calero disse aos policiais que, durante uma audiência no Palácio do Planalto, Temer interveio em favor dos interesses do ministro da Secretaria de Governo.

O ex-ministro da Cultura, que pediu demissão na última sexta (18), gravou a conversa que teve na semana passada com Temer no Planalto, informou o Bom Dia Brasil. Procurado pela TV Globo, Calero disse que não pode falar desse assunto. :: LEIA MAIS »

Anvisa proíbe publicidade enganosa sobre ‘cura da Aids’

MutambaA divulgação de um produto, feito à base da planta Mutamba, – uma árvore ramosa que floresce desde o México até o Norte do Brasil e tem uma fruta seca, verrucosa, dura, de cor verde a negra – gerou especulações nas redes sociais, sobre suposto efeito com relação à cura da Aids/HIV.

O item, que não é registrado pela Anvisa, é considerado clandestino pelo órgão, que proibiu seu uso e publicidade, na sexta-feira, 26.

De acordo com a Agência, a “medida é preventiva, pois, apesar das denúncias, não foram encontrados indícios da comercialização da ‘cura da Aids'”.  A Anvisa também esclarece que o produto não têm ensaios clínicos que comprovem eficácia e que ‘medicamentos irregulares ou falsificados podem não fazer efeito, prejudicar tratamentos médicos ou, em casos mais graves, comprometer a saúde de quem o consumir’.

Denúncias e dúvidas sobre produtos podem ser tiradas, pelos consumidores, através do telefone 0800-642-9782 ou através da  Ouvidoria da Anvisa.

A Tarde

Estudantes denunciam falsos cotistas em universidades baianas

denunciaAlguns estudantes do curso de Medicina da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) chegam ao campus de Santo Antônio de Jesus em  carros importados.  São filhos de donos de clínicas, de proprietários de terras, mas  algo parece fazê-los ‘mais iguais’ do que os demais colegas: segundo denúncias, eles teriam entrado na instituição concorrendo às vagas do sistema de cotas.

Só este ano, 10 denúncias de fraudes desse tipo foram feitas em, pelo menos, três universidades públicas da Bahia. Além da UFRB, há casos relatados nas universidades estaduais do Sudoeste da Bahia (Uesb) e de Santa Cruz (Uesc). Nessa última, assim como na UFRB, foi a primeira vez que a fraude foi relatada à ouvidoria. A denúncia é recente – foi no início do mês. Já na Uesb, alunos ainda cobram a investigação de, pelo menos, 30 colegas que podem ser falsos cotistas.

Na UFRB, quatro processos já estão em andamento para investigar oito denúncias referentes a uso indevido de cotas socioeconômicas e raciais. Todos os casos são de estudantes que ingressaram em 2015.2, no curso de Medicina, após cursar três anos do Bacharelado Interdisciplinar em Saúde.

Segundo o coordenador de ações afirmativas do movimento estudantil da UFRB, Antonio Bastos, o número pode ser maior. “No próximo dia 13, iremos ao MPF (Ministério Público Federal) denunciar caso por caso. Já somam mais de uma dezena. Diversos desses estudantes não têm a menor possibilidade de estar enquadrados na questão socioeconômica porque a família tem posse, questão financeira equilibrada e até carro importado”, afirma Bastos.
:: LEIA MAIS »

Mãe denuncia filho por tráfico de drogas em Vitória da Conquista

Da Redação

violencia

Uma mãe denunciou o filho adolescente de 16 anos depois de desconfiar que ele estivesse envolvido com o tráfico de drogas.

Quando limpava o quarto dele em sua casa, no bairro Morada dos Passos, em Vitória da Conquista, a mãe encontrou 10 porções de cocaína e ligou para a polícia.

O adolescente foi apreendido em flagrante e levado para o Disep.

Disk denúncia contra som alto começa nesta sexta-feira em Vitória da Conquista

Da Redação

som

A partir desta sexta-feira (21), o setor de posturas da Secretaria de Serviços Públicos de Vitória da Conquista vai estar de plantão nas sextas, sábados, feriados e vésperas de feriados para receber ligações da população denunciando o som alto de carros, bares e casas.

O número para fazer as denúncias é 3420-7009 e estará disponível das 08h às 02h da madrugada. A Polícia Militar do município também vai participar desta ação, fazendo fiscalização e autuação nos locais.

A iniciativa foi apresentada por membros da Prefeitura e contou com representantes do Ministério Público e da Polícia Militar.

Professores em greve param a Bahia para denunciar o descaso do governo Rui Costa e cobrar solução

DSC_0031Os professores das Universidades Estaduais da Bahia, na manhã desta quarta (9), promovem o fechamento de rodovias em Vitória da Conquista, Feira de Santana, Eunápolis e Ilhéus. A categoria há 55 dias em greve reivindica o respeito aos direitos trabalhistas e investimento adequado para as Universidades. Os professores responsabilizam o governo Rui Costa pela manutenção da greve e pela permanência de mais de 60 mil estudantes fora de sala de aula.

“Trancaço”
O protesto foi iniciado às 7h de forma conjunta por toda Bahia. Foram afetadas as BR-116, nos trechos da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) e Lagoa das Flores (Vitória da Conquista). A BR-101, em frente ao campus de Eunápolis da Universidade Estadual da Bahia (UNEB), e a BR-415, próximo à Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), também foram interditadas.

A justificativa da ação é denunciar para a população a política de descaso do governo Rui Costa (PT) com as Universidades Estaduais e os trabalhadores. Ainda na quarta (9), o Movimento se reunirá com representantes governamentais para a discussão da contraproposta apresentada pela categoria. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia