setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

:: ‘Enem 2016’

Sobe o número de baianos que farão Enem em dezembro

dsc_1401Subiu de 30.600 para 31.775 o número de estudantes baianos que tiveram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) adiado por causa das ocupações em locais onde seria aplicada a avaliação. A prova deles foi remanejada para os dias 3 e 4 de dezembro.

O total foi divulgado nesta sexta-feira, 4, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), após atualização da lista de escolas que foram tomadas por estudantes que protestam conta a Proposta de Emenda à Constituição 241 (PEC 241), que tramita no Senado como PEC 55.

Na lista publicada pelo Inep, a Bahia ocupa o terceiro lugar entre os estados com maior número de participantes afetados, ficando atrás de Minas Gerais (60.659) e Paraná (43.618).

Em todo o Brasil, a quantidade de alunos que tiveram os dias de prova remanejados para dezembro também cresceu de 191.494 para 240.304. :: LEIA MAIS »

Enem 2016 será adiado para 191,4 mil participantes

enem-2016-16O instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou nesta terça-feira (1º) que 191.494 dos 8,7 milhões de inscritos para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) não poderão fazer a avaliação no próximo fim de semana, em razão de 304 ocupações em colégios listados como locais de provas.

As provas adiadas serão realizadas nos dias 3 e 4 de dezembro, segundo o Inep. A lista com todas as escolas ocupadas deve ser publicada a partir das 18h no site do Inep.

A divulgação das notas do Enem 2016 estava prevista e foi mantida para 19 de janeiro. Segundo o Inep, não houve alteração nessa data e, por isso, não vai haver interferência no cronograma das instituições que usam o Enem como processo seletivo.

As 304 ocupações correspondem a 1,9% dos 16.476 locais de provas previstos, e estão distribuídas em 126 municípios de 19 estados e no Distrito Federal. A lista inclui 177 escolas de educação básica e 127 instituições de ensino superior. :: LEIA MAIS »

Jorge Portugal participa de Aulão Enem 2016 em Conquista

crefisaNeste sábado (22), o professor Jorge Portugal estará no Colégio Estadual do Campo José Gonçalves, no distrito de Vitória da Conquista a partir das 14 horas, para o Aulão Enem 2016!! O evento é promovido pelo Nucleo Regional de Educação 20 (NRE 20).

O Aulão, é um reforço na preparação dos estudantes das escolas estaduais para o ingresso na Educação Superior. Participam  os estudantes concluintes do 3º ano do ensino médio e do 4º ano da Educação Profissional Integrada.

Ja no domingo (23), das 8:00 as 12:00 horas o professor Jorge Portugal fara o Aulão de Revisão na Paroquia  Rainha da Paz em Conquista.

Candidatos já podem consultar locais de prova do Enem 2016

enem-2016-16Os candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016 já podem consultar o local onde farão as provas, marcadas para os dias 5 e 6 de novembro. O acesso ao cartão de confirmação de inscrição foi liberado hoje (19), às 15h, e está disponível pela internet e também no aplicativo do Enem, nas plataformas Android, iOS e Windows Phone.

Para evitar os já famosos atrasos, a recomendação é que os candidatos façam o caminho de casa até o local de prova antes da data do exame para conhecer o trajeto e evitar imprevistos. No dia da prova, a orientação é chegar com antecedência ao local – os portões abrem uma hora antes do início do exame.

O cartão de confirmação, além do local, data e horário de prova, traz o número de inscrição do estudante, a opção de língua estrangeira e, quando for o caso, a indicação de atendimento especializado e específico e a solicitação de certificação do ensino médio.

Para obter o cartão, o participante deve acessar o site do Enem na área destinada ao participante. É preciso informar CPF e senha. :: LEIA MAIS »

MEC vai anular redações contra direitos humanos no Enem

enem-2016-16Cerca de 10 mil redações receberam nota zero no último Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) por apresentar propostas de intervenção social que violavam os direitos humanos. O critério foi responsável por quase 20% das anulações, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep), organizador do exame.

Na prova de redação do Enem, incitar a violência, defendendo que “se faça justiça com as próprias mãos” ou a “lei do olho por olho, dente por dente”, é considerado desrespeito aos direitos humanos. A determinação, prevista em edital desde 2013, desconsidera o desempenho geral do candidato, ainda que ele atenda, em seu texto, às demais quatro competências cobradas.

Em 2015, com o tema A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira, as redações que receberam nota zero apresentavam propostas de ações discriminatórias e que atentavam contra a integridade física ou moral das mulheres. Sugerir castigos para comportamentos femininos e para os infratores de leis de proteção à mulher, como linchamento, mutilação, tortura e execução sumária, também foram propostas identificadas nas redações.

Para Daniel Ximenes, diretor de direitos humanos e cidadania da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi) do Ministério da Educação, o desrespeito aos direitos humanos significa uma inadaptação para a vida em sociedade. “Isso deve ser combatido em todas as formas de expressão, inclusive nas redações do Enem”, ponderou.  :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia