agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

:: ‘escorpião’

Três dias após nascer, bebê é picada cinco vezes por escorpião e sobrevive; animal foi achado no cordão umbilical

escorpiãoUma bebê recém-nascida baiana foi picada cinco vezes por um escorpião-amarelo e sobreviveu. Maria Sofia Silva Ferreira, tinha apenas 3 dias de vida quando foi atacada pelo animal, na cidade de Vitória da Conquista, no sudoeste do estado.

A menina nasceu no dia 3 de setembro. Dois dias depois, ela recebeu alta e foi para casa, no Conjunto Habitacional Campo Verde, no bairro Campinhos. O caso aconteceu no dia 6 de setembro.

De acordo com informações da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), a criança foi levada para um posto de saúde por familiares após apresentar aumento da frequência cardíaca, excesso de saliva e recusa alimentar.

Na unidade médica, Maria Sofia passou por uma triagem. Após ser atendida, ela foi encaminhada para o Hospital Municipal Esaú Matos. Ao examinar novamente a bebê, os médicos encontraram o animal. O escorpião estava preso no cordão umbilical da criança, escondido dentro da fralda.

:: LEIA MAIS »

Ao voltar de operação, polícia acha e socorre bebê picado por escorpião

delegada1Uma operação de investigação da Polícia Civil no município de Itaquara, no sudoeste da Bahia, acabou salvando a vida de um bebê de oito meses, picado por um escorpião na tarde desta terça-feira (8).

Almir Fernandes dos Santos, delegado substituto do município, detalhou ao G1 que retornava de uma operação sigilosa em área uma zona rural, por volta das 14h, quando a viatura foi parada por uma mãe desesperada na altura do distrito conhecido como “Agência”. “Ela nos disse que o filho tinha sido picado por um escorpião e pediu socorro”, detalha. :: LEIA MAIS »

Homem vende cachaça à base de cobra, escorpião e aranha na Bahia

Inspirado no avô, Djalma Carneiro Batista, de 44 anos, abriu um bar no Mercado Municipal de Serrinha, a 200 quilômetros de Salvador, no nordeste da Bahia.

Tradicionais nos botequins, as cervejas e espetos de churrasco integram o cardápio do espaço, mas estão longe de serem os itens mais procurados. Em garrafas de vidro ou de plástico, cachaças mantidas com cobras, aranhas e escorpiões são os aperitivos que mais fazem sucesso.

“Tem gente que diz que bebe e fica curado de doenças. Tem gente que diz que é afrodisíaco. Só sei que o povo gosta”, detalha ‘Djalma das Cobras’, como é conhecido entre moradores e clientes. O comerciante tem variedade. Além de serpentes como salamanta, coral, corre-campo, malha de traíra, jiboia e pipó, também mantém mergulhados na cachaça aranha caranguejeira, escorpião, teiú e calango verde.

:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia