dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

:: ‘Fenaban’

Bancários param e consumidores devem procurar alternativas para pagar contas

greve(22)Com a greve dos bancários por tempo indeterminado, a partir de hoje (6), os consumidores devem procurar meios alternativos para pagar suas contas. Segundo a Proteste Associação de Consumidores, a greve não pode ser motivo para protelar pagamentos.

Quem tem conta para pagar e não dispõe de cartão para uso do caixa eletrônico, pode recorrer às agências lotéricas e até lojas de departamentos que aceitam a quitação de diversas contas. Mas o cliente que precisa sacar dinheiro na boca do caixa deve entrar em contato com o banco, por telefone, e solicitar uma alternativa, orienta a associação.

Quem movimenta a conta pela internet ou nos caixas eletrônicos não deve ser afetado pela paralisação, pois esses serviços devem continuar a funcionar normalmente.

Para as pessoas que têm contas a pagar de tarifas públicas, como água, telefone e energia, é aconselhável ligar para as empresas e negociar uma forma de pagamento. A Proteste lembra que essas contas podem ser quitadas em qualquer banco, já que o cálculo de taxas de multas (se já tiver vencido a data de pagamento) é acordado com a própria empresa que presta o serviço.

O serviço de compensação bancária é considerado atividade essencial pela legislação brasileira e não pode sofrer qualquer paralisação. Portanto, cheques e DOCs devem ter a compensação nos prazos normais.

A Proteste lembra que o consumidor está amparado pelo Código de Defesa do Consumidor para responsabilizar o estabelecimento, caso seja penalizado com cobrança de multa e juros se não tiver, de forma alguma, como fazer o pagamento em consequência da greve. Nesse caso, o cliente deve formalizar a reclamação por meio de uma carta ao banco, aos cuidados do gerente, relatando os fatos e requerendo as providências cabíveis. Além disso, acrescenta a Proteste, o consumidor poderá registrar uma queixa no Banco Central e procurar os órgãos de defesa do consumidor.

Reivindicações

Entre as principais reivindicações da categoria estão reajuste salarial de 14,78%, sendo 5% de aumento real e 9,31% de correção da inflação; participação nos lucros e resultados de três salários mais R$ 8.297,61; piso salarial de R$ 3.940,24; vales-alimentação, refeição, décima-terceira cesta e auxílio-creche/babá no valor do salário-mínimo nacional (R$ 880); 14º salário; fim das metas abusivas e assédio moral; fim das demissões, ampliação das contratações, combate às terceirizações e à precarização das condições de trabalho; mais segurança nas agências bancárias e auxílio-educação.

A proposta apresentada pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) inclui reajuste de 6,5%, mais R$ 3 mil de abono. O Comando Nacional dos Bancários diz que essa proposta representa perda real de 2,8% (ao descontar a inflação de 9,57%).

Para a Fenaban, se somados o abono e o reajuste, haverá “ganho superior à inflação na remuneração do ano da grande maioria dos funcionários do sistema bancário”.

Agência Brasil

Greve continua nesta segunda-feira (26)

unnamedA Fenaban apresentou nesta sexta-feira (23), mais uma proposta à categoria bancária: 10% de reajuste salarial e 14% de reajuste para os vales.

As negociações ainda continuam, e a categoria aguarda a orientação do Comando Nacional dos Bancários sobre a avaliação desta última proposta.

Após as negociações gerais com a Fenaban, ainda acontecerão as mesas específicas com o Banco do Brasil e a Caixa. :: LEIA MAIS »

Greve: Proposta apresentada pela FENABAN não proporciona ganho real.

Release 21.10 manhãA terceira semana de greve está sendo marcada pelo início das negociações da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) com o Comando Nacional dos Bancários.

A reunião iniciou ontem (20), em São Paulo, com a expectativa da categoria de uma nova proposta que atendesse às reivindicações dos bancários.

Após 15 dias de silêncio os bancos ofereceram 7,5% de índice de reajuste e retiraram o abono de 2.500 reais.  As negociações continuam hoje (21), às 11h, em São Paulo. Os bancários pretendem negociar um ganho real, pois a proposta apresentada ontem ainda está abaixo da inflação, acumulada em 9,57% até início da Campanha Salarial. O índice oferecido está rebaixado em relação ao anterior de 5,5% mais o abono. :: LEIA MAIS »

Mobilização dos bancários conquista rodada de negociação com a Fenaban

DSC_0336Na noite da última segunda-feira(19), a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) finalmente entrou em contato com o Comando Nacional dos Bancários para a realização de uma nova rodada de negociação.

A reunião acontecerá hoje (20), ás 16h (horário de Brasília), em São Paulo. Representantes da categoria bancária de todo o Brasil participarão desse encontro  na expectativa de que seja apresentada uma proposta que contemple as pautas de reivindicações.

A Greve Nacional dos Bancários completa hoje 15 dias de paralisações em todo o Brasil. A realização dessa mesa de negociação é reflexo da intensificação que o movimento vem ganhando a cada dia.

Em Vitória da Conquista e região, já são 76 agências com o serviço bancário suspenso. Ontem, na Bahia, foram 1.016 agência paralisadas, sendo 223 em Salvador. Em âmbito nacional são 12.496 agências e 40 centros administrativos estão sem funcionamento nos 26 estados e no Distrito Federal.  :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia