Editorias
Busca por data
julho 2014
D S T Q Q S S
« jun    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  
Arquivos

Com a tag ‘greve’

Profissionais da Educação param o trânsito das Avenidas Frei Benjamim e Brumado

Os Profissionais da Educação da rede municipal de ensino de Vitória da Conquista realizaram uma manifestação na tarde desta quinta-feira, 9, após a assembleia realizada no Centro Integrado de Educação Navarro de Brito.

Em passeata, a categoria subiu a Avenida Frei Benjamim em direção à Brumado, onde durante cerca de trinta minutos as avenidas ficaram interditadas.

Com faixas e cartazes nas mãos, os manifestantes informaram a continuidade da greve, inclusive, reforçaram a necessidade de uma CPI na educação. Em coro, os sindicalistas gritavam: “CPI já!”.

“Essa é uma forma de chamar a atenção da comunidade para as questões ligadas ao dinheiro público, da utilização do dinheiro público que não é discutido com a sociedade. E os governos cada vez mais utilizam como bem entendem”, destacou o professor Márcio Freudenthal.

•| Leia a matéria completa »

Profissionais da Educação fazem manifestação em praça pública

Na tarde desta quinta-feira, 24, os Profissionais da Educação da rede municipal de ensino de Vitória da Conquista se reuniram na Praça Barão do Rio Branco para realizarem uma manifestação em favor da greve da categoria.

Com faixas e carro de som, os manifestantes informaram os motivos do movimento, bem como reivindicaram melhorias para a educação da cidade.

Buscando o apoio da comunidade – tendo em vista que a luta visa benefícios para professores e alunos – o SIMMP apresentou as irregularidades encontradas nas contas da educação, fruto de uma minuciosa pesquisa desenvolvida pela entidade, através de dados disponibilizados pela Administração no Tribunal de Contas do Município e Portal da Transparência.

São quase dois milhões de reais mensal, referentes às despesas da educação, que o SIMMP não identificou nem a prefeitura soube explicar como estão sendo gastos. “A PMVC utiliza o dinheiro de forma absolutamente indevida. Há uma diferença de dois milhões de reais, mês, entre as contas que o sindicato controlou da prefeitura e o que ela diz que paga aos Profissionais da Educação. Dois milhões multiplicados por doze (meses) são vinte e quatro milhões. Esse valor seria suficiente para mobiliar todas as escolas, dar a elas uma estrutura de qualidade e fazer uma carreira decente para os professores”, afirmou a presidente do SIMMP, Geanne Oliveira.

•| Leia a matéria completa »

Após acordo, policiais militares decidem encerrar a greve na Bahia

greveOs policiais militares da Bahia decidiram encerrar a greve deflagrada no início da noite da última terça (15). O coordenador-geral da Aspra, Marco Prisco, apresentou os itens da contra-proposta elaborada pelo Governo do estado, em assembleia realizada no Wet’n Wild, na tarde desta quinta-feira (17), e perguntou aos policiais se eles aprovavam. A maioria levantou as mãos, em sinal de que aprovava o fim da paralisação, aos gritos de “ô, ô, a PM voltou”.

A contra-proposta do Governo foi elaborada durante a madrugada e apresentada aos líderes dos grevistas pelo coronel da Polícia Militar Alfredo Castro na manhã desta quinta (17), no Quartel do Comando Geral da Polícia, nos Aflitos. O arcebispo-primaz do Brasil, dom Murilo Krieger, foi convidado para participar da reunião e abençoou o acordo.

A categoria, que reúne pelo menos 34 mil homens na ativa no estado, reivindicava melhoria salarial, mudanças na política remunerativa, plano de carreira, acesso único ao quadro de oficiais, um Código de Ética, aposentadoria com 25 anos de serviço para a Polícia Feminina, aumento do efetivo, bacharelado em Direito para os oficiais, além de elevação de toda a tropa para o nível superior entre 2014 e 2018. •| Leia a matéria completa »

Governo da Bahia diz que proposta dos PMs foge à capacidade do orçamento

pautaPor meio de nota, o Governo da Bahia afirmou na noite desta quarta-feira (16) que as reivindicações das associações de policiais militares grevistas “ultrapassam o limite orçamentário do Estado”.

Durante a tarde, associações de PMs entregaram um documento ao Comando da Polícia Militar, que intermediou a chegada dos itens até o governo estadual. Também durante a tarde, o governador concedeu entrevista coletiva, afirmando ainda não ter visto o documento entregue, e avaliou a greve como “eleitoreira”.

De acordo com o governo, os itens apresentados pela categoria, se atendidos, significariam um gasto de mais R$ 600 milhões por ano. “Essa nova pauta nos causa muita surpresa. Falamos que já estávamos no nosso limite e, hoje, recebemos a proposta com mais coisas inseridas. Esses pontos nos dariam um gasto anual de mais R$ 600 milhões. Consideramos isso um retrocesso”, afirmou o secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, por meio de nota.

O governo ressalta que quer manter o diálogo aberto com a categoria. “Vamos ficar aguardando para que eles encaminhem uma proposta razoável. Esperamos isso rápido porque dependemos desta resposta para chegar a um consenso”, acrescentou o secretário. •| Leia a matéria completa »

Justiça atende pedido do Ministério Público e decreta ilegalidade da greve dos policiais na Bahia

GREVE PM BAHIAA greve da Polícia Militar da Bahia foi decretada como ilegal na manhã desta quarta-feira, dia 16, e todo o efetivo deve voltar imediatamente às atividades para a garantia da segurança pública.

A decisão é da Justiça baiana, que acolheu pedido formulado pelo Ministério Público do Estado da Bahia em uma ação cautelar ajuizada pelo procurador-geral de Justiça Márcio José Cordeiro Fahel contra o governador da Bahia, Jaques Wagner, e seis associações representativas dos policiais militares: a Associação de Policiais e Bombeiros e de Seus Familiares (Aspra), Associação de Praças da Polícia Militar da Bahia (APPM-BA), Associação dos Oficiais da Polícia Militar da Bahia (AOPM-BA Força Invicta), Associação dos Oficiais Auxiliares da Polícia Militar (AOAPM-BA), Associação dos Subtenentes, Sargentos e Oficiais da Polícia Militar da Bahia (ABSSO-BA) e a Associação dos Bombeiros Militares da Bahia – Associação Dois de Julho.

Ainda de acordo com a decisão judicial, concedida liminarmente pelo desembargador plantonista Roberto Maynard Frank, o governador deve realizar, de imediato, um plano de contingenciamento da segurança pública em todo o estado, de modo a preservar os interesses públicos de segurança social e jurídica.

•| Leia a matéria completa »

Policias Militares em Conquista aderem a greve da categoria

policiais militares de Vitória da Conquista, seguindo a decisão da categoria em Salvador, decidiram aderir a greve no final da manhã desta quarta-feira (16). As mobilizações serão decididas após a reunião entre os policiais. Com a greve, a CAESG passou a intensificar as rondas na cidade com o intuito de “transmitir” segurança nas ruas e a população do município.

PMs em greve preparam proposta para apresentar ao governo

Os policiais militares preparam uma proposta para apresentar ao comando da Polícia Militar (PM) nesta quarta-feira, 16, pela manhã.

De acordo com o presidente da Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia (Aspra), Marco Prisco, eles foram convocados para uma reunião com o governo na noite desta terça, 15, por volta das 23 horas, após a categoria decretar greve.

No encontro, foi solicitado que os PMs elaborassem uma proposta e passaram a noite construindo o documento.

“Se atender a proposta, ótimo que a a greve termina hoje”, disse Prisco. As principais reivindicações dos PMs são reajuste salarial e equiparação salarial entre ativos e inativos e policiais civis e militares.
ATarde

Policiais militares ameaçam deflagrar greve

Os policiais militares se reúnem nesta sexta-feira, 21, às 15 horas, no Wet’n Wild, na avenida Paralela, em assembleia. De acordo com alertas da categoria divulgado nas redes sociais e no aplicativo Whatsapp, os policiais ameaçam deflagrar greve. Eles reclamam de falta de negociação do governo.

O comandante da Polícia Militar, o coronel Alfredo Castro, contesta a informação. “A polícia vive um momento ímpar, marcado pelo diálogo. Há um grupo de trabalho que apresenta propostas, que estão sendo analisadas de forma detalhada e criteriosa com o objetivo de modernizar a polícia. Seria um contrasenso então falar em paralisação, já que o diálogo está sendo mantido e as análises das propostas feitas”, disse em entrevista a uma emissora de televisão.

•| Leia a matéria completa »

Funcionários dos Correios decidem manter a greve

Funcionários da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) continuam paralisados por tempo indeterminado. A decisão foi tomada nesta quarta-feira, 5, em assembleia realizada pela categoria na sede da empresa, na Pituba.

A ECT ajuizou ação cautelar junto ao Tribunal Superior do Trabalho (TST) para suspender a paralisação. Mas, segundo Simone Soares Lopes, presidente do Sindicato dos Correios e Telégrafos da Bahia (Sincotelba), o pedido foi negado.

Ela ainda diz que 60% dos trabalhadores da área operacional aderiram ao movimento e que hoje a categoria fará caminhada da praça da Inglaterra, no Comércio, até a praça Castro Alves.

“Estamos vivendo muitas incertezas em relação a cobranças e atendimento médico. Algumas clínicas não querem atender ao nosso plano. Pior é que a empresa sequer conversou com a gente para decidir nada, apenas decidiram por eles, descumprindo acordo que fizeram com o TST”, conta Lopes.

Por outro lado, a ECT afirma que a reivindicação dos funcionários não procede, pois não houve alterações no plano de saúde. A direção dos Correios alega que a paralisação não causou prejuízo ao consumidor, já que 84,79% dos funcionários estão trabalhando. No entanto, a entrega de encomendas com hora marcada está suspensa em algumas localidades.

•| Leia a matéria completa »

Universidades: Fórum das ADs não descarta possibilidade de greve em 2014

A última reunião ordinária do Fórum das ADs no ano, realizada na terça (10), foi marcada pela problematização da crise orçamentária das UEBA e suas implicações para 2014.

A necessidade de manter a categoria mobilizada durante janeiro e fevereiro foi explicitada. O(A)s docentes também não excluem a possibilidade de greve para o ano que vem caso os problemas financeiros se agravem.

Crise orçamentária
Mesmo com as graves dificuldades enfrentadas pelas universidades, causadas tanto pelo atraso no repasse de verbas, quanto pelo orçamento insuficiente, o governo não parece disposto a resolver a situação.

Depois da reunião ocorrida entre docentes, reitores, SEC, SAEB e SERIN no dia 29 de outubro, o governo se comprometeu a realizar uma conversa com os gestores e na sequência uma reunião com o MD para a discussão dos encaminhamentos. Entretanto, mesmo com a pressão do Fórum das ADs o governo ainda não agendou a nova reunião e nem se manifestou sobre as reivindicações apresentadas. O que pode sinalizar a falta de novidades sobre a situação das universidades.

•| Leia a matéria completa »

Fim da greve no Banco do Nordeste

Depois de 27 dias de greve, os funcionários do Banco do Nordeste de Conquista e região avaliaram na manhã de hoje (26), em assembléia, o último quadro da mobilização nas demais regiões do país e votaram pelo fim do movimento grevista nas agências de Vitória da Conquista, Brumado e Itapetinga.

A greve foi finalizada com um voto contrário e os trabalhadores retomam as atividades a partir desta quarta-feira (16).

MOÇÃO DE REPÚDIO
Por unanimidade, os bancários aprovaram uma Moção de Repúdio à postura de assédio moral coletivo praticada pela direção do BNB com os funcionários.
ASCOM BANCÁRIOS

Bancários chegam a acordo com Fenaban nesta madrugada

Uma nova proposta, que eleva para 8% (aumento real de 1,82%) o índice de reajuste salarial, foi apresentada pela Fenaban ao Comando Nacional dos Bancários, coordenado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), na madrugada desta sexta-feira, 11.

A proposta, apresentada após o 22º dia de greve, será levada agora às assembleias para ser votada. O comando de greve está orientando os sindicatos a promover assembleias até segunda-feira, 14, e a aceitar a nova proposta. •| Leia a matéria completa »

Conquista e região: bancários fazem assembleia nesta quinta-feira (10)

A força da greve, que paralisou mais de 11.748 mil agências de bancos públicos e privados em todos os 26 estados e no Distrito Federal, finalmente reabriu o diálogo com os banqueiros e governo federal.

Uma nova rodada de negociação acontecerá amanhã, às 10h, em São Paulo.

Para apreciar eventual nova proposta apresentada pelos banqueiros, os bancários de Conquista e região vão se reunir em assembleia, às 18h desta quinta-feira, na sede do Sindicato dos Bancários.

O agendamento da nova negociação ocorreu depois da unânime rejeição, por parte dos bancários, da segunda proposta apresentada pelos patrões que sinalizaram com apenas 0,97% de ganho real para os funcionários. A categoria reivindica 5% de aumento real, além de outras melhorias nas condições de trabalho.

•| Leia a matéria completa »

Bancários e Fenaban voltam a negociar nesta quinta (10)

Uma nova rodada de negociação com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) acaba de ser confirmada pelo Comando Nacional dos Bancários. A reunião será nesta quinta (10), às 10 horas, em São Paulo.

A convocação foi agendada após a rejeição nacional da proposta de reajuste salarial de 7,1% e aumento do piso em 7,5%, apresentada pelos banqueiros e governo federal na última sexta-feira (4). •| Leia a matéria completa »

Trabalhadores dos Correios na Bahia acatam decisão do TST e encerram greve

Os trabalhadores dos Correios na Bahia acataram decisão do TST e encerraram a paralisação. Reunidos, os servidores acompanharam a transmissão do julgamento e logo depois decidiram, em assembleia, acatar o que foi decidido no julgamento do dissídio coletivo.

A Justiça determinou 8% de reajuste sobre o salário e 6,27% nos benefícios. Conforme a decisão judicial, a categoria volta ao trabalho a partir de quinta-feira (10).  •| Leia a matéria completa »

Bancários rejeitam proposta e mantem greve

Da Redação

Depois da reunião entre representantes da Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) e os bancários, na tarde desta sexta-feira (04), ficou mantida a greve, que já dura duas semanas.

A Federação propôs o reajuste salarial de 7,1%, mas os bancários defendem o aumento de 11,93%.

Em Vitória da Conquista, haverá uma assembleia na próxima segunda-feira (07), às 17h, na sede do Sindicato.

Recado do Blog
Parceiros
customisable counter