dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

:: ‘Greve’

Em assembleia, professores da UFBA mantêm greve que já dura 111 dias

ufbaEm assembleia realizada na tarde desta terça-feira (15), os professores da Universidade Federal da Bahia (UFBA) decidiram manter a greve, deflagrada há 111 dias. A informação foi divulgada pelo Sindicato dos Professores das Instituições Federais do Ensino Superior da Bahia (Apub).

Do total de docentes que participaram da assembleia, 210 foram a favor da permanência da paralisação por tempo indeterminado e 63 foram contra. A votação ainda registrou três abstenções.

Em nota divulgada em 12 de agosto, a Universidade Federal da Bahia (UFBA) informou que o semestre letivo 2015.1 não será cancelado e que os alunos matriculados terão as cargas horárias das disciplinas garantidas.
:: LEIA MAIS »

INSS: mais de 10 mil ficam sem atendimento no primeiro dia de greve dos peritos

inssBalanço do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) mostra que mais de 10 mil perícias deixaram de ser feitas no primeiro dia de greve dos peritos. A categoria paralisou as atividades ontem (4), juntando-se ao movimento grevista dos outros servidores da autarquia, que já dura dois meses.

A perícia médica é exigida para que o cidadão receba benefícios como o auxílio-doença, a aposentadoria por invalidez, a aposentadoria especial e o reconhecimento de acidentes de trabalho. Para a última sexta-feira estavam agendadas 24.574 perícias – 14.140 foram feitas e 6.839 precisaram ser reagendadas.
:: LEIA MAIS »

Chega ao fim a greve da Justiça Estadual

Da Redação

FÓRUM JOÃO MANGABEIRA

A greve dos servidores da justiça estadual terminou. Segundo a categoria, a decisão foi tomada em uma assembleia nesta sexta-feira (04).

A categoria informou ainda que os servidores continuam em estado de greve e esperaram que sejam cumpridos os acordos firmados durante o período da paralisação.

Os grevistas conseguiram a implementação da última parcela de 5% do plano de cargos e salários, pagamento de percentual prevista no plano de cargos e salários referente à gratificação de atividade externa dos oficiais de justiça; reposição inflacionária aos servidores públicos do estado da Bahia de 6,41%.

Uma nova assembleia está marcada para o dia 2 de outubro. Os trabalhos voltam ao trabalho na próxima terça-feira (08).

Professores da Ufba decidem manter greve, que se aproxima dos 100 dias

greve ufbaOs professores da Universidade Federal da Bahia (Ufba) decidiram em assembleia nesta quinta-feira (3) continuar em greve, que começou há quase 100 dias – a data se completa no sábado. A assembleia aconteceu na Faculdade de Arquitetura, na Federação.

Dos professores presentes, 179 votaram pela continuidade da greve e 18 optaram pelo fim. Houve uma abstenção.

Uma nova assembleia acontece no dia 15 de setembro. Há expectativa de uma nova rodada de negociações na semana que vem.

:: LEIA MAIS »

Servidores do Judiciário da Bahia debatem rumos da greve

ServidoresOs servidores do Judiciário baiano reúnem-se nesta sexta-feira (4/9), em Salvador, para decidirem pelo fim da greve. Na última terça-feira (1º), os deputados estaduais aprovaram o reajuste salarial da categoria, na garantia pelo fim da greve.

No entanto, a presidente do sindicato, Maria José da Silva, afirmou que uma reunião ainda definirá outras questões com representantes do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA).

Na próxima assembléia a categoria decide sobre o pagamento da Gratificação de Atividade Externa (GAE) dos oficiais de Justiça,  Gratificação Especial de Eficiência (GEE) para todos os servidores, indenização de transporte dos oficiais de Justiça e o pagamento das substituições. :: LEIA MAIS »

Greve do INSS na Bahia chega ao 51º dia sem previsão de encerramento

CSC_0263A greve dos servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) completa 51 dias nesta quarta-feira (26), de acordo com o comando de greve da categoria.

Segundo o representante dos trabalhadores, Ricardo Sampaio, não há nenhuma agência funcionando na Bahia. Os servidores se reúnem em assembleia na próxima sexta-feira (28), mas não há previsão de retorno aos trabalhos. A paralisação começou no dia 7 de julho.

“Até hoje não há nenhuma proposta escrita por parte do governo, apenas verbalmente”, diz Sampaio. Ele afirma que nenhum serviço está mantido nas agências baianas durante a greve. A próxima assembleia será realizada às 10h na sede do Sindicato dos Trabalhadores Federais em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social do Estado da Bahia (Sindprev-BA), em Nazaré. :: LEIA MAIS »

Presidente do TJ-BA decreta corte nos pontos dos servidores em greve

FÓRUM JOÃO MANGABEIRAO presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), Eserval Rocha, decretou, nesta terça-feira (25), o corte nos pontos dos servidores do Poder Judiciário da Bahia. A categoria parou os serviços, por tempo indeterminado, no dia 30 de julho. Eles informam que mantêm o movimento até que o projeto de lei sobre o reajuste seja votado na Assembleia Legislativa da Bahia e que o Tribunal negocie os outros pontos de reivindicação. A votação nesta terça-feira foi suspensa.

Em nota, o Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado da Bahia (Sinpojud) informou que a decisão pegou a categoria “de surpresa”, mas que já tinha entrado com mandado de segurança preventivo, baseado numa decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), “que considera que o salário do trabalhador não pode sofrer desconto”. No comunicado direcionado aos servidores, o sindicato orienta que a folha de pagamento seja assinado em paralelo “para que haja defesa por parte do jurídico”.
:: LEIA MAIS »

Em nova assembleia, servidores do judiciário da Bahia mantêm greve

forumOs servidores do judiciário baiano votaram pela manutenção da greve, que já dura 22 dias, em assembleia realizada nesta sexta-feira (21). A categoria informou que o movimento será mantido até que o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) negocie os pontos da reivindicação e que a Assembleia Legislativa vote o projeto de lei de reposição salarial da categoria.

A assembleia foi realizada no Ginásio de Esportes dos Bancários, na Ladeira dos Aflitos, em Salvador, e contou com representantes de mais de 80 comarcas. Foi aprovada a proposta de mobilização da categoria todas as terças e as quartas em frente à Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) até que o projeto de lei da reposição salarial dos servidores seja votado. Ficou deliberada ainda a realização de uma assembleia no dia 4 de setembro.
:: LEIA MAIS »

Sem acordo, greve dos servidores do judiciário da Bahia chega ao 21º dia

forumAinda sem acordo, a greve dos servidores do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) chegou ao 21º dia nesta quarta-feira (19). A categoria está paralisada por tempo indeterminado desde o dia 30 de julho, segundo o Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado (Sinpojud).

O diretor de mobilização do Sinpojud, Jorge Cardoso, afirmou que a categoria aguarda a aprovação, pela Assembeia Legislativa da Bahia (Alba), do Anteprojeto de Lei que propõe o reajuste linear para os servidores.
De acordo com o TJ-BA, o presidente do tribunal, desembargador Eserval Rocha, encaminhou o anteprojeto à Assembleia no dia 3 de agosto. O texto propõe reajuste de 3,5% a partir de setembro de 2015, retroativo a março de 2015, e de 2,812% , com vigência a partir de 1º de novembro de 2015.
:: LEIA MAIS »

Administração da UFBA diz que semestre 2015.1 não será cancelado

ufbaEm nota divulgada nesta quarta-feira (12), a Universidade Federal da Bahia (UFBA), que está sem aulas desde 28 de maio por causa da greve dos professores e servidores técnicos administrativos, informou que o semestre letivo 2015.1 não será cancelado e que os alunos matriculados terão as cargas horárias das disciplinas garantidas.

Além disso, a administração da universidade informou que o semestre 2015.2 ocorrerá normalmente, em período a ser definido, quando a situação decorrente das greves for normalizada e o calendário acadêmico for reformulado, com a definição inclusive de um novo período de matrícula.
:: LEIA MAIS »

Em greve há 37 dias, empregados da Cerb apelam à Justiça para resolver impasse

Greve CerbParados há mais de um mês, os empregados da Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb), empresa do governo estadual, resolveram apelar à Justiça para resolver o impasse da campanha salarial.

Deram entrada em dissídio coletivo no Tribunal Regional do Trabalho para que o poder judiciário decida sobre o reajuste salarial, tíquete refeição e diárias, uma vez que a proposta da empresa é dar reajuste parcelado, sem repor a inflação, e manter “congelado” o valor dos benefícios.

A greve deve durar pelo menos até a próxima quinta (dia 13), quando haverá nova assembleia em Salvador. Os trabalhadores reclamam da insensibilidade e da truculência do governo, que não dialoga e quer impor uma proposta de acordo coletivo que traz enormes perdas para a categoria.

:: LEIA MAIS »

Após 22 dias, greve dos servidores da saúde é encerrada na Bahia

sesabbbCom as atividades paralisadas há 22 dias, os servidores estaduais da saúde encerraram a greve iniciada no dia 17 de julho. Os profissionais retomaram as atividades neste sábado (8), após acordo firmado com o governo do estado na sexta-feira (7).

Conforme o Sindicato dos Trabalhadores em Saúde da Bahia (Sindsaúde), a greve foi encerrada após o governo ter garantido o ressarcimento de todos os trabalhadores que tiveram os salários cortados durante o movimento.
Além disso, a entidade afirma que o governo se comprometeu em fazer, no prazo de uma semana, um estudo sobre a revisão do processo de concessão do adicional de insalubridade de 1, 5 mil servidores que tiveram o benefício retirado após decisão do dia 19 de junho.
:: LEIA MAIS »

Acordo é assinado e professores da UESB encerram greve com vitória

reuniao 06_08_foto ADUNEBConforme decisão da assembleia da Adusb do dia 4 de agosto, o Movimento Docente assinou o termo de acordo com o governo para o fim da greve na UESB nessa quinta-feira (6). Foram 85 dias de duros embates com o governo Rui Costa (PT) que conquistaram o respeito aos direitos trabalhistas, a revogação da lei 7176/97 e o cumprimento integral do orçamento 2015 para as Universidades Estaduais da Bahia.

Mesmo com as vitórias significativas da greve, inclusive em âmbito nacional, a luta por mais verbas para as Universidades, implantação do orçamento participativo na UESB e permanência estudantil continua. Uma agenda de atividades foi aprovada pela categoria, que permanece mobilizada.

 Em um momento de fortes ataques à classe trabalhadora, como a intensificação do processo de terceirização, restrições a benefícios previdenciários, criação das medidas provisórias 664 e 665, os professores das Universidades Estaduais não recuaram.

Para a presidente da ADUSB, Márcia Lemos, “o movimento paredista cumpriu dois importantes objetivos, demonstrou a força da greve como instrumento de luta da classe trabalhadora e revelou para a comunidade universitária os grupos reacionários que defendem a manutenção da autoritária 7176/97, criada a partir dos parâmetros da ditadura militar, o descompromisso da reitoria com a implantação do orçamento participativo e o projeto de desmonte das universidades estaduais, viabilizado pelo Governo do PT na Bahia”. :: LEIA MAIS »

Reunião entre servidores da saúde e secretário termina sem acordo

sesabTerminou sem acordo, por volta das 19h desta quarta-feira (5), a reunião entre representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado da Bahia (Sindsaúde) e Fábio Vilas-Boas, secretário da saúde. A categoria está em greve desde 17 de julho.

Segundo Sílvio Roberto dos Anjos e Silva, presidente do Sindsaúde, o secretário de saúde disse que não discutiria a pauta de greve da categoria. “Ele falou que a pauta de greve teria que ser conversada com a Secretaria de Administração [Saeb] e que só iria discutir os assuntos da saúde como um todo”, disse Sílvio.
:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia