novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

:: ‘Médico’

Médico do DPT de Vitória da Conquista é baleado em tentativa de assalto

Da Redação

Foto: ilustração

Foto: ilustração

Um médico do Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Vitória da Conquista foi baleado na noite desta terça-feira (24), na Avenida Bartolomeu de Gusmão.

A polícia informou que ele estava de carro e os dois homens em uma motocicleta. Ainda não se sabe exatamente como tudo aconteceu. Os suspeitos foram localizados depois durante uma ronda da Polícia Militar e eles reagiram à abordagem da polícia. Houve troca de tiros e os bandidos baleados e levados para o Hospital de Base.

Eles não resistiram aos ferimentos e morreram no hospital.

Ministério da Saúde diminui número mínimo de médicos por UPA

upaO Ministério da Saúde anunciou hoje (29) que irá flexibilizar regras para o funcionamento das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). Com as novas regras, cada unidade poderá ter no mínimo dois médicos. Antes, era exigido o número mínimo de quatro médicos por unidade.

Caberá ao gestor municipal definir o número de profissionais na equipe. A partir do tamanho da equipe médica, será estabelecido o valor de custeio que será repassado ao município.

Uma UPA com dois profissionais, por exemplo, receberá um incentivo financeiro para custeio de R$ 50 mil enquanto uma com nove profissionais receberá R$ 250 mil.  “É melhor dois [médicos] do que nenhum. O Brasil precisa cair na real. Não temos mais capacidade de contratar pessoal”, disse o ministro da Saúde, Ricardo Barros, ao anunciar as novas regras. “É melhor essa UPA funcionando com um médico de dia e um de noite do que ela fechada”, completou. :: LEIA MAIS »

Médico é encaminhado a delegacia após confusão em hospital de Ilhéus

hospital-ilheusUm médico plantonista do Hospital Geral Luís Viana Filho (Regional de Ilhéus), na região sul da Bahia, foi encaminhado pela Polícia Militar à delegacia da cidade após suspender o atendimento na emergência durante confusão envolvendo o atendimento a uma paciente na emergência da unidade de saúde, no final da noite de sábado (12).
De acordo com o delegado Fábio Simões, que registrou o caso, o clínico prestou depoimento e foi liberado. Os atendimentos de emergência foram suspensos na noite de sábado e durante toda a madrugada de domingo (13) após o ocorrido, e só foram retomados durante a manhã.

Simões detalha que a confusão começou depois que o médico se mostrou incomodado pelos gritos de uma paciente adolescente, que tem hidrocefalia e paralisia nos membros, e estava acompanhada dos pais do lado de fora do consultório, aguardando atendimento. Conforme o registro policial, a garota gritava e o barulho estaria atrapalhando a atividade do médico, que atendia um casal dentro do consultório.
:: LEIA MAIS »

Médico que decapitou bebê em parto é afastado

650x375_cristo-redentor_1564062A Polícia Civil de Itapetinga, a 538 km de Salvador, investiga o caso de um bebê que teve a cabeça decepada durante o parto. O médico Rubem Moreira Santos que realizou o parto já foi suspenso pela Fundação José Silveira, administradora do Hospital Cristo Redentor. A queixa foi registrada na polícia por Paulo César Moreira da Silva, o pai da criança. A mãe passa bem.

De acordo com Paulo Silva, ele precisou buscar o médico em outro hospital, pois o ele estaria dando plantão em dois locais. “Uma enfermeira falou para eu correr atrás do médico porque minha esposa não iria aguentar”, disse o pai em entrevista ao site Itapetinga Repórter. A mulher entrou em trabalho de parto por volta das 9h da manhã do dia 6 de setembro.

“Minha esposa depois me contou que 4 pessoas tiveram que forçar a barriga dela para o menino sair, depois disso ela desmaiou”. Para o pai o médico foi displicente “mesmo sendo leigo criança com 6kg não tem condição de nascer normal”, disse Paulo. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia