dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

:: ‘ocupação’

Atividades administrativas da Uesb retornam hoje

Da Redação

uesb

As atividades administrativas do campus da Uesb de Vitória da Conquista serão retomadas nesta terça-feira (10).

O retorno ao trabalho acontece depois que os estudantes do movimento “Ocupa Uesb” deixaram o campus da instituição nesta segunda-feira (09). Depois da desocupação, o campus foi vistoriado por representantes da universidade e dos estudantes.

Durante a tarde de ontem, funcionários da limpeza trabalharam no local.

A Uesb retorna às atividades depois de cerca de 80 dias de ocupação contra a PEC.

Ocupação dos estudantes na Uesb motiva prorrogação do vestibular

Da Redação

ocupacao-uesb

A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) alterou as datas do Vestibular 2017 para os dias 15 e 16 de janeiro de 2017 por causa das ocupações nos campi da instituição.

Segundo a Uesb, “a alteração se deu em virtude da coincidência de data das novas provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) além do comprometimento das atividades acadêmicas e administrativas, em razão da ocupação dos campi da Universidade pelo grupo do movimento estudantil”.

Clique aqui para mais informações.

Sobe o número de baianos que farão Enem em dezembro

dsc_1401Subiu de 30.600 para 31.775 o número de estudantes baianos que tiveram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) adiado por causa das ocupações em locais onde seria aplicada a avaliação. A prova deles foi remanejada para os dias 3 e 4 de dezembro.

O total foi divulgado nesta sexta-feira, 4, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), após atualização da lista de escolas que foram tomadas por estudantes que protestam conta a Proposta de Emenda à Constituição 241 (PEC 241), que tramita no Senado como PEC 55.

Na lista publicada pelo Inep, a Bahia ocupa o terceiro lugar entre os estados com maior número de participantes afetados, ficando atrás de Minas Gerais (60.659) e Paraná (43.618).

Em todo o Brasil, a quantidade de alunos que tiveram os dias de prova remanejados para dezembro também cresceu de 191.494 para 240.304. :: LEIA MAIS »

MEC pode adiar Enem para mais estudantes

Ministro da Educação, Mendonça Filho José Cruz/Agência Brasil

Ministro da Educação, Mendonça Filho José Cruz/Agência Brasil

O Ministério da Educação (MEC) ainda poderá adiar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para mais estudantes caso haja risco aos participantes ou alguma situação que atrapalhe a aplicação das provas neste fim de semana, 5 e 6 de novembro. Em 364 locais de prova, a aplicação foi cancelada por causa de ocupações e vai ocorrer nos dias 3 e 4 de dezembro.

Os coordenadores locais da Enem, que acompanharão o exame, estão orientados a cancelar a aplicação das provas caso haja alguma situação de risco.

“A avaliação das condições de segurança e inviolabilidade do exame serão avaliadas localmente por cada coordenador, para que possa ter certeza de que está garantida a segurança daqueles que vão se submeter ao Enem”, disse o ministro da Educação, Mendonça Filho. O MEC também cogita acionar os estados para que as polícias militares reforcem a segurança nos locais de aplicação.
:: LEIA MAIS »

Quatro locais de prova do Enem tiveram aplicação adiada em Vitória da Conquista; confira

Da Redação

A Ufba é um dos locais ocupados pelos estudantes

A Ufba é um dos locais ocupados pelos estudantes

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo Enem, divulgou nesta terça-feira (01) a lista dos 304 locais em que a aplicação da prova foi adiada, por causa das ocupações das escolas. Em Vitória da Conquista, a prova não vai ser realizada no campus da Ufba, Ifba, Uesb e no Cetep (Centro Territorial de Educação Profissional), localizado dentro do campus da Uesb.

Candidatos inscritos nesses locais não farão a prova neste final de semana (5 e 6 de novembro). Para este grupo de 191.494 estudantes em todo o país, o exame será nos dias 3 e 4 de dezembro.

Os alunos são contra a proposta de emenda à Constituição (PEC) que limita os gastos do governo federal pelos próximos 20 anos, a chamada PEC do Teto. Eles também criticam a reforma do ensino médio, proposta pela Medida Provisória (MP) 746/2016, enviada ao Congresso. Confira a lista completa aqui.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia