agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

:: ‘Polícia Federal’

Operação Mato Cerrado: PF deflagra ação para apurar desvios de recursos na região Sudoeste

Mato Cerrado 1Força-tarefa formada pela Polícia Federal, Receita Federal, Controladoria Geral da União e Ministério Público Federal deflagra na manhã de hoje, 12, a Operação Mato Cerrado, visando apurar desvios de recursos públicos oriundos da Prefeitura de Caatiba/BA.

Cerca de 70 Policiais Federais, 22 Servidores da Receita Federal e 11 Auditores da CGU cumprem 22 mandados de busca nos municípios de Vitória da Conquista, Caatiba, Planalto e Salvador, todos na Bahia.

Durante as investigações foram identificadas irregularidades nos procedimentos licitatórios para a contratação de cooperativas nas áreas de transporte escolar, saúde e logística, as quais teriam sido criadas apenas no papel e com características distintas das previstas na legislação relativa a esse tipo de entidade. Elementos colhidos ao longo da apuração sugerem ainda a simulação de licitações e superfaturamento de serviços. A investigação contou ainda com a participação da Polícia Civil.

Tal esquema era comandado pelo atual prefeito de Caatiba, com a participação da sua esposa – que também exerceu o cargo de Secretária de Saúde do Município -, do Secretário Municipal de Administração, do assessor jurídico da prefeitura e do contador das pessoas jurídicas contratadas. :: LEIA MAIS »

PF deflagra operação para investigar desvios da Lei Rouanet

7ago2012-servidores-da-policia-federal-de-sao-paulo-aderiram-a-greve-nacional-para-reivindicar-reestruturacao-na-carreira-1344374743231-956x500A Polícia Federal deflagrou, em conjunto com a Controladoria-Geral da União, nesta terça-feira (28) a Operação Boca Livre. O alvo da ação são fraudes na Lei Rouanet.

124 policiais federais e servidores da Controladoria Geral da União cumprem 14 mandados de prisão temporária e 37 mandados de busca e apreensão em São Paulo, Rio de Janeiro e no Distrito Federal, todos expedidos pela 3ª Vara Federal Criminal em São Paulo. A investigação cita as empresas Bellini Eventos Culturais Scania, KPMG e o escritório de advocacia Demarest.

Lei Rouanet foi criada no governo Fernando Collor (PTC/AL), em 1991. A legislação permite a captação de recursos para projetos culturais ppr meio de incentivos fiscais para empresas e pessoas físicas. Na prática, por exemplo, a Lei Rouanet permite que uma empresa privada direcione parte do dinheiro que iria gastar com impostos para financiar propostas aprovadas pelo Ministério da Cultura para receber recursos. :: LEIA MAIS »

Polícia Federal, Ministério Público Federal e a Controladoria-Geral da União deflagram Operação Imperador

policiaA Polícia Federal, o Ministério Público Federal e a Controladoria-Geral da União deflagram nesta quinta-feira, 05/05/2016, a Operação IMPERADOR, com o objetivo de dar cumprimento a três mandados de prisão preventiva, onze mandados de busca e apreensão e cinco mandados de medidas cautelares nas cidades de, Guanambi, Tanque Novo e Riacho de Santana, todas na Bahia, em desfavor de membros da Administração Pública municipal deste último município.

O Inquérito Policial foi instaurado em 2014, para apurar fraudes nos contratos de transporte escolar celebrados entre o município e empresas constituídas em nome de “laranjas”. Ao longo da investigação, descobriu-se que os verdadeiros beneficiários da verba pública federal eram parentes, pessoas próximas e o próprio Prefeito, e que o esquema perdurou por cerca de seis anos, entre os anos de 2009 e 2015.

Os mandados expedidos são em desfavor do atual gestor municipal, do seu chefe de gabinete, de um vereador de Riacho de Santana, além dos proprietários de fato das empresas envolvidas e do contador que auxiliava a organização criminosa na constituição fraudulenta das pessoas jurídicas. :: LEIA MAIS »

Nova fase da Operação Lava Jato chega ao ex-presidente Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é o principal alvo da 24ª fase da operação Lava Jato, realizada na manhã desta sexta-feira.

Agentes da Polícia Federal chegaram ao apartamento do petista em São Bernardo do Campo por volta das 6h para cumprir ordem de busca e apreensão emitida pelo juiz Sérgio Moro, da Justiça Federal do Paraná, responsável pelos processos da operação em primeira instância. Além disso, Lula é alvo de um mandado de condução coercitiva (quando o investigado é obrigado a depor).

O filho do ex-presidente, Fábio Luiz da Silva, mais conhecido como Lulinha, também é um dos alvos da investigação: agentes da PF estão em seu apartamento em Moema, zona sul de São Paulo. A nova etapa da Lava Jato, batizada de Aletheia, faz referência à entidade mítica grega ligada à ‘busca pela verdade’. Segundo a PF, a operação de hoje tem relação com os crimes de corrupção e lavagem de dinheiro relacionados ao escândalo de corrupção na Petrobras.

O ex-presidente é suspeito de ter recebido vantagens indevidas de empreiteiras durante e após seu mandato, como por exemplo a reforma de um sítio frequentado por ele em Atibaia e de um apartamento tríplex no Guarujá. As obras em questão teriam sido pagas pelas empresas Odebrecht e OAS.

:: LEIA MAIS »

Polícia Federal cumpre mandados de busca na casa de Cunha e na Câmara

eduardoA Polícia Federal cumpriu na manhã desta terça-feira (15) mandado de busca e apreensão na residência oficial do presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), em Brasília. A PF também cumpriu mandados em endereços do peemedebista no Rio de Janeiro e na Diretoria Geral da Câmara dos Deputados. A ação, batizada de Catilinárias, faz parte das investigações da Operação Lava Jato.

Ao menos 12 policiais e três viaturas foram deslocados para a casa de Cunha em Brasília, que fica na Península dos Ministros. Entre os itens que foram apreendidos pela PF está o celular de Eduardo Cunha.

A polícia também cumpriu mandado de busca e apreensão nos endereços do deputado federal Aníbal Gomes (PMDB-CE) e dos ministros, Celso Pansera (PMDB-RJ), de Ciência e Tecnologia, e Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), do Turismo. Outro mandado foi cumprido na sede do PMDB em Alagoas.
:: LEIA MAIS »

Polícia Federal investiga desvio de R$ 200 mi da transposição do São Francisco

transposiçãoA Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta sexta (11), a operação Vidas Secas – Sinhá Vitória, para prender suspeitos de participar de um esquema de superfaturamento das obras para a transposição do Rio São Francisco.

Segundo as investigações, empresários do consórcio OAS/Galvão/Barbosa Melo/Coesa usaram empresas de fachada para desviar cerca de R$ 200 milhões das verbas públicas destinadas às obras, no trecho que vai do agreste de Pernambuco à Paraíba. O consórcio cuidava de dois dos 14 lotes envolvidos na transposição do rio. Os contratos investigados até o momento são de R$ 680 milhões.

Ainda de acordo com a PF, algumas empresas ligadas à organização estariam em nome do doleiro Alberto Youssef e do lobista Adir Assad, investigados na Operação Lava Jato.
:: LEIA MAIS »

Polícia Federal realiza Operação Ampulheta em Vitória da Conquista

A Delegacia de Polícia Federal de Vitória da Conquista realizou na manhã desta quarta-feira(09) a Operação AMPULHETA, que visa reprimir a extração clandestina de areia em diferentes pontos do leito seco do Ribeirão do Poço, entre os municípios de Vitória da Conquista e Anagé, bem como o cumprimento de dois mandados de prisão preventiva e de cinco mandados de busca e apreensão.

A operação é resultado de uma ação conjunta entre a Polícia Federal, Ministério Público Federal, Polícia Militar (78ª e 92ª Companhias Independentes), IBAMA, INEMA e Prefeitura de Vitória da Conquista. A ação contou com o emprego de mais de 45 servidores públicos e o apoio aéreo de 01 helicóptero do INEMA.

Os mandados de prisão foram expedidos pelo Juiz Federal da 1ª Vara da Subseção de Vitória da Conquista em virtude do descumprimento de decisão judicial anterior, que determinara a suspensão da atividade econômica dos presos, os quais já haviam sido indiciados pela Polícia Federal pela mesma prática delituosa.

:: LEIA MAIS »

PF desarticula organização criminosa por fraudes bancárias via internet

DSC_02411A Polícia Federal, em conjunto com o Ministério Público Federal, deflagrou hoje (02) a operação LAMMER*, com o objetivo de reprimir fraudes bancárias cometidos através da Internet.

Foram cumpridos 07 mandados de prisão preventiva, 14 de busca e apreensão, além de 12 conduções coercitivas nas cidades de São Paulo/SP, Osasco/SP, Águas Lindas de Goiás/GO, Brasília/DF, Itororó/BA, Teixeira de Freitas/BA e Vitória da Conquista/BA, sendo esta última cidade o local para onde a maioria dos recursos desviados eram encaminhados. :: LEIA MAIS »

PF detém suspeitos de fraudes em concursos em Brumado

650x375_operacao-policia-federal-ministerio-publico-brumado-bahia_1578784Cinco pessoas de Brumado, a 652 km de Salvador, suspeitas de participação em esquema que fraudou concursos públicos para a Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB) e o Instituto Federal da Bahia (Ifba) da cidade, foram conduzidas nesta quarta-feira, 4, à delegacia da Policia Federal em Vitória da Conquista.

A ação fez parte da Operação Reprovados, que conta com a participação do Ministério Público Federal (MPF). Além de cumprir os cinco mandados de condução coercitiva, foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão, com o recolhimento autorizado pela Justiça Federal de documentos e equipamentos eletrônicos.

De acordo com o delegado da PF Marcelo Siqueira, coordenador da Polícia Federal em Vitória da Conquista,  o esquema consiste na adequação dos prenomes dos candidatos às iniciais “NI”, para que todos ficassem nas mesmas salas para realizar as provas nos dois concursos. :: LEIA MAIS »

Polícia Federal de Conquista combate fraudes em concursos de instituições federais de ensino na Bahia

pf vcaA Polícia Federal em Vitória da Conquista, sudoeste da Bahia, deflagrou operação nesta quarta-feira (4) em combate a fraudes em concursos públicos de instituições federais de ensino na cidade de Brumado, que fica a cerca 130 quilômetros de Conquista.

A operação “Reprovados”, realizada em conjunto com Ministério Público Federal da Bahia, cumpre cinco mandados de condução coercitiva e cinco de busca e apreensão.

Segundo a PF, há indícios de que os investigados fraudaram aprovações junto à Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e junto ao Instituto Federal da Bahia (IFBA), em concursos organizados pela Fundação de Apoio à Pesquisa, Ensino e Assistência à Escola de Medicina e Cirurgia e ao Hospital Universitário Gaffrée e Guinle (Funrio).
:: LEIA MAIS »

Operação combate fraudes nos cofres públicos na Bahia

A650x375_operacao-policia-federal-vitoria-da-conquista-bahia-destaque-do-dia_1573621 Polícia Federal (PF) de Vitória da Conquista, no Sudoeste baiano, deflagrou na manhã desta quinta-feira, 22, uma operação de combate a fraudes nos cofres públicos de municípios da região.

Denominada de Operação Hollerith, a ação cumpriu sete mandados de condução coercitiva e seis de busca e apreensão nas cidades de Caatiba, Poções, Planalto e Ibicuí.

Segundo informações da PF, uma organização criminosa formada por ex-funcionário e servidores “fantasmas” da prefeitura de Caatiba teria atuado nos setores contábil e de recursos humanos do município.

O grupo utilizava verbas do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), repassadas pela União, alterando para mais os salários de servidores e incluindo “fantasmas” na folha de pagamento. :: LEIA MAIS »

Polícia Federal faz cruzamento de dados para evitar fraudes no Enem

enem 2015Para evitar fraudes no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a Polícia Federal (PF) fez, este ano, um cruzamento de dados tanto dos candidatos quanto dos fiscais que vão acompanhar a aplicação das provas. Segundo o diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Daiello Coimbra, nos dias do exame – 24 e 25 de outubro –, equipes de inteligência vão trabalhar em conjunto. “Fizemos o cruzamento de dados em várias bases construídas e foi possível indicar alguns pontos críticos e de risco, que a Polícia Federal já está tratando com ações preventivas e, se necessário, repressivas”, disse ele, sem especificar quais são esses pontos críticos.

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse que os procedimentos de segurança do Enem estão sendo aprimorados a cada ano para garantir o respeito àqueles que farão o exame. “Temos que ficar atentos porque o exame tem que respeitar o mérito. A pessoa que estudou e fez um bom exame tem o direito de ter aquela nota e ninguém pode burlar isso. O respeito ao participante também é questão de segurança, então há muito rigor nessa parte”, disse.
:: LEIA MAIS »

Ex-jogador Edílson é indiciado por quatro crimes em investigação da Polícia Federal

edilson3-editada-okInvestigado na operação contra fraudes de pagamentos de loterias da Caixa Econômica Federal (CEF), o ex-jogador da seleção brasileira Edílson da Silva Ferreira, conhecido como Edílson Capetinha, foi indiciado, nesta segunda-feira (14), por crime organizado, corrupção ativa, lavagem de dinheiro e tráfico de influência. Em depoimento à Polícia Federal, nesta tarde, ele negou as acusações e segue em liberdade.

“Edílson foi indiciado com as provas contidas na investigação e que são corroboradas com o material apreendido na casa de alguns investigados. Isso reforça o contato direto entre ele e os principais investigados”, disse a delegada Marcela Siqueira, responsável pelas investigações.
:: LEIA MAIS »

Polícia Federal apreende oito toneladas de maconha na Bahia

toneladasOito toneladas de maconha, prontas para o consumo, foram localizadas pela Polícia Federal em uma fazenda de plantio da droga em Campo Formoso, norte do estado, na terça-feira (8). A apreensão faz parte da Operação Expurgo III, que visa o combate e a erradicação de maconha na região norte. As informações foram divulgadas pela PF nesta quarta-feira (9).

De acordo com a Polícia Federal em Juazeiro, que comandou a ação, esta é a maior quantidade de maconha já apreendida neste tipo de operação no estado. O material será apresentado à imprensa em coletiva na manhã desta quarta-feira, na sede da PF em Juazeiro.
G1



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia