agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

:: ‘Previdência Social’

INSS: confira o novo valor do teto da aposentadoria

inssO teto de quem ganha aposentadoria pelo INSS — que até agora era de R$ 5.645,80 — deverá subir para R$ 5.839,45. O valor corrigido é retroativo a 1º de janeiro, mas só vai entrar na conta dos aposentados no início de fevereiro, quando será pago o benefício referente ao primeiro mês do ano.

O reajuste do teto do benefício será de 3,43%, que corresponde à alta acumulada em 12 meses do INPC,  indicador que mede a inflação para as famílias com renda mensal de até cinco salários mínimos. O índice de 2018 foi divulgado nesta sexta-feira pelo IBGE.

O INPC também é usado para corrigir as faixas salariais de contribuição dos trabalhadores da iniciativa privada com carteira assinada, que recolhem 8%, 9% ou 11% para o INSS, de acordo com a renda mensal. O novo teto do INSS e as novas faixas de contribuição serão oficializadas na segunda-feira.

:: LEIA MAIS »

Consulta ao INSS passa a ser feita só com hora marcada ou pela internet

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) implantou um novo modelo de atendimento que pretende reduzir as filas dos interessados em dar início ao processo de aposentadoria nas agências, levando o restante do fluxo basicamente para a internet.

O segurado que quiser pedir um extrato de benefícios ou dados de seu Cadastro Nacional de Informações Sociais, o CNIS, não poderá mais simplesmente ir até o INSS, como fazia, para consultar um especialista. Desde a semana passada, as informações deverão ser levantadas pelo portal “Meu INSS” ou por meio de um agendamento prévio para atendimento nos postos da Previdência.

INSS
Com novo esquema, cidadão terá de marcar hora se quiser consultar dados do INSS em uma agência física Foto: Jadson Marques

A ideia é um avanço, se comparada à época em que era preciso ir de madrugada para uma fila para garantir o atendimento. Mas, na prática, o novo serviço ainda precisa ser aperfeiçoado para cumprir de fato a missão de facilitar a vida do segurado.

Dificuldades. Para começar, o portal “Meu INSS” não é simples de ser consultado. Para ter acesso ao CNIS e para a maioria de outros dados é preciso entrar no www.meu.inss.gov.br , ou pelo site do próprio INSS (www.inss.gov.br).

O segurado terá de informar dados pessoais como nome, CPF, data de nascimento, nome da mãe, e local de nascimento. Pode parecer fácil, mas não é. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia