agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

:: ‘SD’

Solidariedade garante apoio a Marcelo Melo, mas diz que sairá sem coligação na proporcional

Da Redação

Em nota encaminhada ao Tribuna da Conquista, o presidente do Solidariedade em Vitória da Conquista, Capitão Lima, “ratifica seu apoio a Marcelo Melo, pré-candidato a prefeito do DEM” nas eleições 2016, mas ressalta que o SD “tem chapa de pré-candidatos a vereadores fechada, não vai coligar na proporcional”.

Ainda segundo Lima, que já foi vereador na cidade, o presidente estadual da legenda, Luciano Araújo diz que “o ambiente é de entusiasmo e a expectativa é de crescimento na representatividade do partido no parlamento Conquistense”, sendo que o SD tem hoje 33 pré-candidatos a vereador.

Entenda o caso – No último domingo, o Tribuna da Conquista destacou a possibilidade de coligação na majoritária e na proporcional entre os partidos DEM, SD e PEN, o que poderia eleger entre três a quatro vereadores nas eleições 2016.

Todavia, caso não se unam e saiam sozinhos sem coligação, o DEM poderá eleger um vereador e o SD e PEN poderão não eleger nenhum dos postulantes ao legislativo conquistense.

Coligação entre DEM, SD e PEN fortalece Marcelo Melo e os vereadores Álvaro Pithon e Lúcia Rocha

Da Redação

alvaro lucia e marceloA pré-campanha para os cargos de prefeito e vereador vem movimentando a política conquistense para as eleições.

Marcelo Melo, pré-candidato a prefeito de Vitória da Conquista pelo DEM, busca consolidar apoios para se manter no páreo e chegar até 05 de agosto, data final para as convenções partidárias para a escolha dos candidatos no pleito de 2016.

Em caso de confirmar uma coligação na majoritária – para prefeito – e na proporcional – para vereador – com o Solidariedade e o PEN, o DEM, fortalece a manutenção da candidatura de Melo e também dos vereadores Álvaro Pithon e Lúcia Rocha, que tentarão a reeleição, e estavam juntos no Ceasa no último sábado visitando os comerciantes e consumidores (foto).

Juntos, os três partidos poderiam eleger entre três a quatro vereadores, o que poderá animar os pré-candidatos que não tem mandato. Sozinhos, Solidariedade e PEN, podem, no máximo, chegar a um eleito.

Unidade – Os pré-candidatos a prefeito da oposição, pelo menos no discurso, pregam a unidade para as eleições 2016. Todavia, só o tempo dirá se essa unidade, já no primeiro turno, vai se confirmar não.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia