fevereiro 2020
D S T Q Q S S
« jan    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829

:: ‘Simões Filho’

Pai de santo é morto a tiros dentro de casa na Bahia; mulher presenciou crime

violenciaUm pai de santo foi morto a tiros dentro de casa na noite de sábado (12), no bairro Cristo Rei, em Simões Filho, região metropolitana de Salvador. A informação foi confirmada por um familiar da vítima, que não quis se identificar. Sizenando Jesus Carvalho, de 39 anos, conhecido como Pai Zal, foi assassinado com diversos tiros na frente da mulher. O enterro será às 16h30 deste domingo (13), no cemitério municipal de Simões Filho.

“Ele era uma pessoa muito querida, muito respeitado na cidade. Era uma pessoa que abria as portas para todo mundo, ajudava de todas as formas, até alguém que não tivesse onde morar era acolhido por ele”, disse o familiar. Segundo ele, Pai Zal estava com a atual esposa em casa quando dois homens invadiram a residência e efetuaram ao menos sete tiros contra ele.
:: LEIA MAIS »

Greve do INSS continua na Bahia, e sindicato busca adesão de 100%

DSC_0004

Foto: Jornal Impacto

Os trabalhadores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) na Bahia mantêm greve há uma semana e só devem marcar assembleia após a apresentação da contraproposta pelo governo federal, no dia 21 de julho.

O comando de greve tem conhecimento de que o serviço da Previdência Social não foi paralisado apenas na cidade de Bom Jesus da Lapa, no oeste baiano, e está a caminho da cidade, na tarde desta segunda-feira (13), para conversar com os trabalhadores do local. O G1 tentou contato com a agência da cidade, porém os números não atendem.

“Na Bahia, está praticamente 100% parado, mas só em Bom Jesus da Lapa os servidores não estão parados. Isso se deve à distância, à falta de mobilização. Nas regiões da capital, de Feira de Santana, Santo Antônio de Jesus, Itabuna ou Vitória da Conquista, por exemplo, a adesão chega a 100%”, informou Ricardo Sampaio, coordenador do comando de greve.

A greve começou no dia 7 de julho e uma assembleia realizada no dia 10 do mês manteve a decisão dos trabalhadores continuarem parados, de acordo com o sindicato da categoria. A mobilização é nacional. Eles pedem reajuste de 27,5% imediato, com aumento gradual durante os próximos quatro anos, além de melhorias nas condições de trabalho e no atendimento à população. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia