junho 2020
D S T Q Q S S
« abr    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

:: ‘UESB’

Cangaço: movimento do banditismo será tema de evento na UESB

Cangaço NA UESBNeste mês de agosto, o Laboratório Transdisciplinar de Estudos em Complexidade (Labtece), vinculado ao Departamento de História (DH), realizará, no campus de Vitória da Conquista, um evento sobre o Cangaço, movimento do banditismo, que ocorreu na região Nordeste do Brasil. Intitulado “A morte de Lampião e a agonia do Cangaço”, o evento será marcado por dois momentos.

No dia 21, será exibido o filme “Revoada”, de José Umberto Dias, que trata sobre o tema. A exibição do longa será seguida por comentário. No dia seguinte, 22, haverá a mesa-redonda “As interfaces do Cangaço: literatura, biografias e cenários sobre o banditismo brasileiro”.

Os encontros contarão com a presença dos professores Carlos Tadeu Botelho, Bianca Santos de Oliveira e Joaquim Antonio de Novaes Filho, conforme programação. As atividades do evento acontecerão no Auditório 2, do Módulo Antonio Luis Santos (Luisão), sempre às 19 horas
ASCOM UESB

UESB realiza projeto de Caprinovinocultura na região Sudoeste

Com o objetivo de incentivar a criação de caprinos e ovinos na região Sudoeste da Bahia, o Programa de Apoio à Caprinovinocultura (Procriar) da Uesb está expandido seu raio de atuação.

Desde maio deste ano, as ações do projeto estão sendo lançadas em parceira com diversos municípios da região, no intuito de capacitar os criadores no que se refere à melhoria do rebanho, bem como à sanidade dos animais, alimentação e assistência técnica.

Depois de Tremedal e Belo Campo, o Programa será lançado na cidade de Presidente Jânio Quadros, na próxima sexta, 10. Na oportunidade, o professor Jurandir Ferreira da Cruz, vinculado ao Departamento de Fitotecnia e Zootecnia (DFZ) e coordenador do Procriar, ministrará uma palestra sobre “Ações para o fortalecimento da Caprinovinocultura no município de Presidente Jânio Quadros”.

:: LEIA MAIS »

Feira Agroecológica incentiva consumo de produtos orgânicos

Você sabe quais os impactos do consumo de alimentos e produtos com agrotóxicos? Mas onde encontrar opções livres desses produtos químicos? Pensando nisso, um grupo de profissionais da Uesb deu início nesta sexta, 3, a uma Feira Agroecológica, no campus de Vitória da Conquista.

Reunindo pequenos produtores da região, a Feira será realizada toda sexta-feira, em um espaço em frente ao Módulo Antônio Luís Santos (Luisão), das 9 às 21 horas. No local, será possível encontrar hortaliças, verduras, mel, ovos, plantas e uma série de produtos orgânicos e livres de agrotóxicos.

Dentro dessa consciência, é possível encontrar até cosméticos produzidos de forma natural. Michele Andrade é artesã e vem desenvolvendo uma produção própria de produtos dentro desse segmento, como batons, sabão, desodorante etc. “Eu tinha uma preocupação com a parte de alimentação, uma alimentação mais saudável, consumir mais orgânicos. Isso foi crescendo e acabei trazendo para a parte de cosméticos. A Feira é uma fonte de informação, que eu posso divulgar meu trabalho, as pessoas conhecerem e também estimular essa consciência do que consumir”, explicou Andrade.

:: LEIA MAIS »

Feira Agroecológica UESB: toda sexta no campus de Conquista

uesbValorizando o cultivo que preza pela preservação dos recursos naturais, acontece, a partir da próxima sexta,  3, a Feira Agroecológica Uesb. A ação será promovida no campus de Vitória da Conquista, toda sexta, das 9 às 21 horas.

Serão comercializados produtos cultivados e produzidos por pequenos agricultores da região Sudoeste da Bahia, baseados nos princípios da Agroecologia. Café, arroz vermelho, feijão, ovo caipira, produtos do milho, conservas naturais, mel, própolis e hortaliças são alguns dos produtos que poderão ser encontrados na Feira, em frente ao módulo professor Antonio Luis Santos (Luisão). :: LEIA MAIS »

UESB: Mostra destaca a história do Cinema Brasileiro

Estão sendo realizadas, toda sexta-feira, às 8 horas, na sala de projeção Projeção Jorge Melquisedeque, campus de Vitória da Conquista, atividades da Mostra Cinema Brasileiro, com exibições de obras que contam a trajetória do cinema nacional.

A Mostra é promovida desde 2014 e integra a disciplina do segundo semestre do curso de Cinema e Audiovisual da Universidade, “História do Cinema e do Audiovisual no Brasil e na Bahia”.

Foram escolhidas produções de ficção consideradas importantes para a compreensão dessa história e também documentários que tratam do assunto. A programação não é voltada apenas aos discentes da disciplina, é aberta aos demais interessados na temática.

Segundo Euclides Santos Mendes, um dos coordenadores da Mostra e comentarista das sessões, a proposta é que os participantes possam ver a íntegra de alguns filmes-chave para entender a formação do cinema brasileiro. “A ideia é perpassar obras importantes da história, da trajetória do cinema brasileiro, desde o período silencioso, cinema mudo, até o cinema contemporâneo”, explica Mendes. Ele também destacou a influência da cinefilia. “Parto do princípio de que pra entender a linguagem do cinema, pra ter mais ou menos uma ideia da formação dessa linguagem, é preciso ver filmes. Cinefilia eu acho importante, não é imprescindível, mas eu me formei na cinefilia, no Janela Indiscreta, vendo filmes. O ver nos ensina a fazer também, se vermos com atenção e cuidado”, defendeu.

:: LEIA MAIS »

Gestores municipais visitam Luiz Otávio, novo reitor da Uesb

Membros do Governo Municipal realizaram no fim da manhã desta sexta-feira (28), uma visita de cortesia ao novo reitor da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), Luiz Otávio de Magalhães, empossado há 40 dias no cargo. O encontro serviu também para que parcerias já existentes entre as duas instituições fossem reafirmadas.

O prefeito municipal Herzem Gusmão falou do desejo de organizar e modernizar a Administração Municipal e que para isso, esse governo quer estreitar relações com a universidade. “No momento que estamos com o planejamento estratégico, não podemos pensar uma cidade sem o conhecimento científico, sem a nossa Uesb. Quero agradecer a receptividade e vamos estar nesta interação. Assim sendo, nós estaremos mais perto dos anseios da comunidade regional”.

Um dos tripés da universidade é justamente a extensão, que é ampliação das atividades da instituição em benefício da comunidade. “A Uesb, em praticamente todos os cursos, tem uma rede de serviços prestados à comunidade. Essa interlocução com outros entes públicos é sempre importante para nós enquanto instituição, pois o fortalecimento das ações de extensão da universidade exige parcerias, apoio mútuo com o poder executivo, legislativo e judiciário”, observou o reitor.

:: LEIA MAIS »

TV UESB passa a operar com sinal digital

tv_uesbA comunicação da Uesb deu um grande passo no Sistema Uesb de Rádio e Televisão Educativas (Surte).

Desde quarta-feira, 18, a TV Uesb passou a operar em SD Digital, medida que amplia a qualidade do sinal de transmissão ao mesmo tempo em que cumpre a legislação exigida pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), liberando a frequência analógica para o órgão.

Durante os próximos 90 dias, a emissora entra em caráter experimental, aumentando progressivamente a potência do sinal até atingir 1.250 watts. Agora, o Surte conta também com um gerador próprio na torre de transmissão, que garante uma maior estabilidade na manutenção da TV Uesb e Uesb FM no ar. Para ter acesso à programação da TV Uesb em sinal digital, é necessário ter o conversor instalado em sua televisão e ressincronizar no canal 4.1.

“Com a digitalização da TV, o conteúdo produzido chegará a mais pessoas com maior qualidade. A Universidade, enquanto instituição pública, tem um compromisso social muito grande. É uma preocupação nossa oferecer serviços de qualidade para a população, não só em extensão, mas também no ensino e na pesquisa”, defende a professora Gleidi Magali Lemos, pró-reitora de Extensão e Assuntos Comunitários.

:: LEIA MAIS »

Mesa-redonda sobre educação, música e memória em Conquista

uesbbO Museu Pedagógico – Casa Padre Palmeira realizará, no próximo sábado, 21, a mesa-redonda “Naquele Tempo! – Educação, Música e Memória em Vitória da Conquista”. Participarão da atividade as professoras Priscila Carneiro, da Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC); Edileusa Oliveira, da rede estadual; e Luciana Mendes, do Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (IFNMG).

A mesa-redonda, promovida pelo Grupo de Pesquisa Fundamentos da Educação (Gefe), acontecerá a partir das 15 horas, no próprio Museu. Para participar, não é necessário efetuar inscrição. Em caso de dúvida, entre em contato com o setor pelo telefone (77) 3421-3894.

Ascom-UESB

Qualidade da água do Rio Catolé é analisada pela UESB

uesbCom o objetivo de verificar a qualidade da água no Rio Catolé Grande, no município de Itapetinga, foi criado o projeto “Monitoramento de variáveis de qualidade da água em diferentes níveis de vazão no Rio Catolé”, que desenvolve suas atividades desde 2009. Além de verificar o impacto do lançamento de efluentes, a iniciativa, coordenada pela professora Flávia Mariani Barros, do Departamento de Ciências Exatas e Naturais (DCEN), também propõe alternativas para a melhoria da qualidade da água do Catolé Grande.

Durante o trabalho, são feitas coletas de água e medição de vazão em diferentes pontos. Nas amostras, são realizadas várias análises para verificar como está a qualidade do Rio antes, durante e após o perímetro urbano/industrial da cidade. Segundo a coordenadora, a interferência antrópica, ou seja, intervenção humana que resulta em modificações no meio ambiente, é um dos principais agravantes no comprometimento da qualidade da água, principalmente no período chuvoso. Ainda de acordo com a docente, o ponto localizado imediatamente após o perímetro urbano se apresenta como ambiente mais antropizado, em decorrência de um considerado número de variáveis estarem fora dos padrões estabelecidos pela resolução 357/2005 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama). :: LEIA MAIS »

Professores da Uesb aprovam paralisação contra o veto do reitor e em defesa da democracia universitária

DSC_0832598419Na assembleia dessa sexta-feira (23), professoras e professores da Uesb demonstraram indignação com o veto do reitor à decisão do Conselho Superior (Consu) sobre a seleção Reda.

A categoria aprovou paralisação das atividades docentes, no dia 7 de março, para ocupação da reunião do Consu. Ficou indicado ainda que, em nova assembleia dia 27, no campus de Itapetinga, seja discutida a possibilidade de que essa paralisação seja antecipada e ocorra por tempo indeterminado.

Também foi encaminhada a publicação de nota pública de repúdio à posição antidemocrática e ingresso com mandado de segurança contra o veto.  :: LEIA MAIS »

Em defesa da UESB – esclarecimento do Reitor

Paulo Roberto Pinto SantosConsiderando que o Conselho Superior (Consu) da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) decidiu, na manhã dessa quarta, 21, pela suspensão do Edital 001/2018, referente ao processo seletivo simplificado em Regime Especial de Direito Administrativo (Reda), venho informar sobre minha decisão de vetar a referida deliberação, dando prosseguimento ao processo seletivo em questão.

Tal ato se justifica em virtude da necessidade de se manter o funcionamento regular da Uesb, uma vez que a decisão do Consu implicaria na interrupção total ou parcial de serviços essenciais prestados pelos setores: Unidade de Informática (Uinfor), com prejuízo para as atividades, por exemplo, da Secretaria Geral de Cursos, dos Departamentos, dos Colegiados e de ensino, uma vez que faltariam manutenção e instalação dos equipamentos utilizados em sala de aula; Gráfica; Laboratórios; Creches; Sistema Uesb de Rádio e Televisão Educativa (Surte), inviabilizando a execução de tarefas, como processamento de folha de pagamento, operacionalização dos sistemas institucionais e do Estado, atendimento aos discentes da assistência estudantil; funcionamento do Núcleo de Defesa da Criança e do Adolescente e até mesmo a Concessão para funcionamento da Tv e Rádio.

Importante ressaltar que a escolha da seleção, através da modalidade processual simplificada, por meio de avaliação curricular, decorreu da possibilidade legal e, principalmente, da necessidade e urgência do preenchimento de vagas em razão do desligamento de todos os prestadores de serviços continuados desta Universidade, que ocorrerá no próximo dia 28 de fevereiro, para atender às recomendações do Ministério Público Estadual, Ministério Público do Trabalho e Tribunal de Contas do Estado.

É de conhecimento da comunidade acadêmica que as 82 vagas, das 143 que vêm sendo pleiteadas desde 2015, só foram autorizadas no último dia 22 de dezembro de 2017 pelo Governo do Estado e que esta reitoria estava legalmente impedida de abrir o processo seletivo antes dessa autorização. Logo, para as pessoas de boa fé, não será difícil entender, mas vale explicitar, que a concomitância deste com o processo eleitoral universitário foi mera coincidência, determinada exclusivamente pela demora do atendimento à mencionada demanda.

Esta decisão está amparada no Estatuto da Uesb, em seu Art. 23,inciso VII e § 1º que trata da competência do Reitor para “baixar atos, provimentos e resoluções decorrentes de decisões dos Conselhos Superiores da Universidade, cumprindo e fazendo cumprir tais decisões, competindo-lhe o direito de veto em caso de ilegalidade, erro de fato ou grave ameaça à administração e aos fins públicos da Universidade.”

O Veto, como sabido, é medida provisória que tem o efeito tão somente de devolver a matéria para a reapreciação do Consu, o qual, de acordo com § 2º do citado artigo, poderá derrubá-lo pelo voto de 2/3 dos seus membros. Não se trata de medida ditatorial, autoritária, como querem alguns, mas de exercício de competência legal posta a cargo do gestor da Universidade para bem zelar pelo cumprimento dos fins institucionais.

Ressalta-se que tenho consciência da gravidade do significado de se vetar uma decisão do Conselho Universitário; entretanto, reputaria ainda mais grave se, por desídia ou covardia, me omitisse no cumprimento do meu dever legal de tudo fazer para garantir o regular funcionamento das atividades universitárias, com prejuízos irreparáveis para a comunidade acadêmica e para a sociedade.

Para que não paire qualquer dúvida sobre ser o ato movido pelo único e exclusivo fim de garantir o regular funcionamento institucional, com a convicção de que interesses episódicos de qualquer ordem não podem se sobrepor aos interesses maiores da Uesb,  levarei ao Consu a proposta de alteração do regimento eleitoral, com vistas a não considerar como votantes os servidores Reda contratados durante o processo eleitoral para a escolha do próximo Reitor.

E assim torno público os motivos pelos quais decidi vetar a decisão do Consu que determinou a suspensão do processo seletivo para contratação de pessoal no âmbito da Uesb.

Professor Paulo Roberto Pinto Santos
Reitor da Uesb

Vestibular 2018: UESB divulga locais de prova

uesbUesb informa que está disponível a consulta dos locais de prova do Vestibular 2018, que acontecerá nos dias 4 e 5 de março. O acesso ao Cartão de Provas para verificar o estabelecimento onde o candidato prestará o exame é feito por meio do CPF ou do código/número de inscrição, além data de nascimento ou e-mail.

Para realizar a consulta, clique aqui. Em caso de dúvida, entre em contato com a Comissão Permanente de Vestibular (Copeve) por meio dos telefones (77) 3424-8757, em Vitória da Conquista; (73) 3526-9695, em Jequié; ou (77) 3261-8604, em Itapetinga. O contato também pode ser feito, respectivamente, pelos e-mails: vestibular@uesb.edu.brcopevejq@uesb.edu.brcopeveit@uesb.edu.br.

Ascom-UESB

Nota de esclarecimento – Seleção Reda 2018

uesbA Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) vem a público esclarecer que a Seleção Pública sob Regime Especial de Direito Administrativo (Reda) originou-se a partir da Recomendação do Ministério Público para regularizar a Prestação de Serviços Continuada na Uesb; parecer da Procuradoria Geral do Estado (PGE); apreciação da Secretaria de Administração do Estado da Bahia (Saeb); Resolução 455/2017, emitida pelo Conselho de Políticas de Recursos Humanos (Cope); e autorizo do Excelentíssimo Senhor Governador do Estado.

O processo que gerou a seleção em curso foi protocolado junto à Saeb, em 2015, em decorrência de inúmeros apontamentos do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE) e do Ministério Público. O objetivo da solicitação visava, especialmente, recompor e atender a demanda urgente de pessoal, sobretudo as inerentes às funções cujas atividades são específicas do ambiente universitário, para as quais não encontramos correlação nas atividades exercidas pelos técnicos e analistas universitários, bem como também não estão relacionadas no rol de funções de serviços terceirizados no âmbito do Governo Estadual. :: LEIA MAIS »

UESB adia inscrições do processo seletivo Reda

uesb

Por meio da Portaria 0083/2018, a Uesb informa que estão adiadas, para o período de 29 de janeiro a 2 de fevereiro, as inscrições do processo seletivo para contratação de pessoal em Regime Especial de Direito Administrativo (Reda) da Universidade, outorgado pelo Edital 001/2018.

O cronograma das etapas da seleção será oportunamente divulgado, no Diário Oficial do Estado e no site da Instituição, para conhecimento dos interessados.

Ascom-UESB

 



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia