fevereiro 2020
D S T Q Q S S
« jan    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829

:: ‘WhatsApp’

Ministério da Saúde quer combater fake news com serviço pelo WhatsApp

Ministério da Saúde lança serviço de combate à Fake News

Ministério da Saúde lança serviço de combate à Fake News

Um canal no aplicativo WhatsApp vai possibilitar que a população consulte se a notícia sobre saúde que ecebeu na redes sociais é verdadeira ou falsa. O anúncio foi feito hoje (27) pelo Ministério da Saúde. De acordo com a pasta, qualquer cidadão poderá adicionar gratuitamente o número (61) 99289-4640 nos contatos do celular.

“Ele servirá exclusivamente para verificar com os profissionais de saúde nas áreas técnicas da pasta se um texto ou imagem que circula nas redes sociais é verdadeiro ou falso. Ou seja, é um canal exclusivo e oficial para desmascarar as notícias falsas e certificar as verdadeiras”, informou o ministério, por meio de nota.

No comunicado, o diretor de Comunicação Social da pasta, Ugo Braga, classifica as chamadas fake news como “praga da modernidade” que vem sendo usada de toda forma para manipular, enganar, iludir e prejudicar. “No caso da saúde, é muito mais grave, porque a notícia falsa mata”, reforçou, ao citar o WhatApp como principal veículo de transmissão de notícias falsas. :: LEIA MAIS »

WhatsApp falso no Google Play foi baixado mais de um milhão de vezes

whatsGolpistas conseguiram cadastrar diversos aplicativos falsos do WhatsApp no Google Play, a loja oficial de aplicativos do Google para celulares e tablets com o sistema Android. Um dos aplicativos, chamado “Update WhatsApp” e identificado por um usuário do site “Reddit”, ultrapassou a marca de um milhão de downloads.

Os aplicativos falsos chamaram atenção porque eram aparentemente desenvolvidos pela “WhatsApp, Inc.”, o mesmo desenvolvedor que aparece cadastrado para o WhatsApp verdadeiro. Mas isso se tratava de uma ilusão de ótica: os hackers colocaram espaços fajutos ao lado do nome do desenvolvedor, como se fosse “WhatsApp, Inc. “.  Na página do Google Play, a diferença ficava imperceptível, exceto no link quando se clica no nome do desenvolvedor. :: LEIA MAIS »

Justiça do RJ manda bloquear Whatsapp

whatsapp_fabio-tito-g1_img_A Justiça do Rio de Janeiro decidiu que o WhatsApp seja bloqueado em todo o Brasil, informou a GloboNews nesta terça-feira (19); veja reportagem no vídeo acima. As empresas de telefonia foram notificadas após o Facebook se recusar a cumprir uma decisão judicial para fornecer informações para uma investigação policial.

A decisão tomada pela juíza Daniela Barbosa manda as operadoras suspenderem o acesso imediatamente. Segundo a GloboNews, as provedoras de conexão foram notificadas da decisão por volta das 11h30.

Segundo Barbosa, o Facebook, empresa proprietária do WhatsApp, foi notificado três vezes para interceptar mensagens que seriam usadas em uma investigação policial em Caxias, na Baixada Fluminense. :: LEIA MAIS »

WhatsApp derruba bloqueio do serviço

whatsO WhatsApp conseguiu derrubar o bloqueio do aplicativo, determinado pela Justiça da cidade sergipana de Lagartos. A decisão saiu no início da tarde, depois de a empresa pedir a reconsideração do parecer do Tribunal de Justiça do Sergipe, publicado nesta madrugada e que havia mantido o bloqueio do serviço.

O tempo para restabelecimento do serviço depende de cada operadora. Às 15 horas alguns usuários já começaram a conseguir trocar mensagens. Em dezembro, quando houve a primeira suspensão do WhatsApp, o acesso foi retomado totalmente em três horas.

 

Segundo a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de Sergipe, a decisão favorável foi do desembargador Ricardo Múcio. A manutenção do bloqueio havia sido determinada pelo desembargador plantonista, Cezário Siqueira Neto, que negou a liminar do mandado de segurança impetrado pelo WhatsApp. :: LEIA MAIS »

Operadoras móveis no Brasil preparam petição contra WhatsApp

whatsOperadoras de telecomunicações no Brasil pretendem entregar a autoridades locais em dois meses um documento com embasamentos econômicos e jurídicos contra o funcionamento do aplicativo WhatsApp, controlado pelo Facebook, disseram à Reuters três fontes da indústria.

Uma das empresas do setor estuda também entrar com uma ação judicial contra o serviço, afirmou uma das fontes. O questionamento a ser entregue à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) será feito contra o serviço de voz do WhatsApp, e não sobre o sistema de troca de mensagens do aplicativo, disse a mesma fonte.

A ideia é questionar o fato de a oferta do serviço se dar por meio do número de telefone móvel do usuário, e não através de um login específico como é o caso de outros softwares de conversas por voz, como o Skype, da Microsoft.
:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia