abril 2020
D S T Q Q S S
« mar    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

:: ‘zika’

Municípios são obrigados a fazer levantamento de infestação por Aedes Aegypti

dengueResolução do Ministério da Saúde publicada hoje (27) no Diário Oficial da União torna obrigatória a realização de levantamento entomológico de infestação por Aedes aegypti em todos os municípios do país.

O texto também estabelece que as informações sejam enviadas às secretarias estaduais de saúde e, posteriormente, ao Ministério da Saúde.

De acordo com a publicação, a decisão foi tomada levando em consideração os diversos condicionantes que permitem a manutenção de criadouros do mosquito, a cocirculação de quatro sorotipos da dengue no país e a existência de grande contingente populacional exposto previamente a infecções pelo vírus, aumentando o risco para ocorrência de epidemias com formas graves da doença e elevado número de óbitos. :: LEIA MAIS »

Casos de chikungunya devem voltar a subir neste ano

dengueOs casos de dengue e Zika no Brasil devem se manter estáveis neste ano em relação ao ano passado, enquanto as infecções por chikungunya devem aumentar ainda mais. Este é o cenário previsto por especialistas do Ministério da Saúde para 2017.

Dados da pasta revelam que, em 2016, foram registrados 1,4 milhão de casos de dengue contra 1,6 milhão no ano anterior, além de 211 mil casos prováveis de infecção por Zika (não há comparativo com o ano anterior porque os dados só começaram a ser coletados em outubro de 2015).

Em relação à febre chikungunya, os registros apontam para 263 mil casos em 2016 contra 36 mil no ano anterior – um aumento de cerca de 620%.

“O mosquito pica alguém, recebe o vírus e passa para outra pessoa. Como cresceu o número de pessoas que têm [o vírus], entendemos que haverá uma ampliação [dos casos]”, explicou o ministro da Saúde, Ricardo Barros. :: LEIA MAIS »

Diário Oficial publica registro do teste rápido da zika

zikaO Diário Oficial da União publicou na sua edição dessa segunda-feira, 30, o registro oficial pela Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária do kit de teste rápido da zika, o primeiro do País.

O teste foi desenvolvido pela Fundação Baiana de Pesquisa Científica e Desenvolvimento Tecnológico, Fornecimento e Distribuição de Medicamentos (Bahiafarma) em parceria com a empresa sul-coreana Genbody Inc.

Conforme a Secretaria de Saúde do estado, o desenvolvimento do teste rápido para zika vírus teve início no primeiro semestre de 2015, quando começaram a ser detectados casos suspeitos da doença no sul da Bahia e na região de Feira de Santana, centro-norte do Estado. :: LEIA MAIS »

Secretaria Municipal de Saúde divulga boletim para H1N1, Dengue, Zika e Chikungunya

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado nesta terça-feira(03), pela Secretaria Municipal de Saúde,  até o dia 03 de maio deste ano, foram notificados 2.463 Casos de Dengue, 20 casos de Chikungunya, 215 casos de Zika e 30 casos de H1N1.

Neste outono, mais um vírus voltou a circular pelos ares contaminando as pessoas: o vírus da gripe A (H1N1). A diferença maior  entre este vírus e os da dengue, zika e chikungunya, no que se refere à transmissão, é que o da gripe circula sozinho pelos ares. Os outros  vírus  em geral “voam”  instalados no organismo mosquito vetor e transmissor, o Aedes aegypti.

boletim-03-05-1024x221Saber qual vírus nos acomete é muito importante! Fiquem atentos!

Cientista da Ufba critica falta de investimento para combate ao zika

cientista ufbaO pesquisador da Universidade Federal da Bahia (Ufba) Gúbio Soares, um dos cientistas que descobriram o vírus causador da zika, reclama que a falta de investimento financeiro em pesquisas não está colaborando para o combate ao vírus no estado. Segundo ele, o laboratório do Instituto de Ciências da Saúde da Ufba não tem condições estruturais para que as pesquisas possam avançar.

Gúbio, junto com a pesquisadora Silvia Sardi, descobriu em abril de 2015 o vírus causador da zika, cujos sintomas são semelhantes aos da dengue porém, na época era considerado mais fraco e os sintomas mais brandos. Atualmente, o vírus preocupa mais a população, pois está relacionado a outras duas doenças graves: a síndrome de guillain barre e a microcefalia, que impede o desenvolvimento do cérebro de bebês ainda no ventre materno.
:: LEIA MAIS »

Vacina contra zika vírus pode chegar tarde demais, alerta OMS

aedesA Organização Mundial da Saúde (OMS) fez um alerta nesta quarta-feira (9) sobre uma possível vacina contra o zika vírus. Segundo a entidade, o medicamento pode chegar “tarde demais” para ter um impacto real na atual epidemia na América Latina.

“O desenvolvimento das vacinas ainda está em um estágio muito precoce e as opções mais avançadas ainda vão demorar muitos meses para serem testadas em humanos”, disse a diretora-geral-adjunta da OMS, Marie-Paule Kieny, acrescentando que “é possível que as vacinas cheguem tarde demais para o atual surto na América Latina”.
:: LEIA MAIS »

Governo vai doar calças com repelente para grávidas na Bahia

gravidaTelas nas janelas, repelentes no corpo e roupas longas. Gestantes não podem mesmo vacilar com o mosquito Aedes aegypti. Mas a tecnologia permite mais: uma pintura que “fecha” toda a casa afastando os mosquitos e um super-repelente que, se usado na lavagem das roupas, também coloca o mosquito para correr.

Nesta quinta-feira (3), durante reunião do governo do estado com dirigentes de grupos de comunicação, a Secretaria da Saúde (Sesab) anunciou um plano de doação de duas calças com ação repelente para as gestantes do estado.

 Seriam calças confeccionadas e lavadas com a substância adquirida pelo governo e que deve chegar nas próximas duas semanas. Com a compra, distribuição e comercialização desse produto – um repelente com nanotecnologia capaz de, se misturado em tintas para a pintura de casa ou no processo de lavagem de roupas, espantar o mosquito por até quatro anos ou resistir a 80 lavagens no vestuário – a Bahiafarma se tornará a única organização com autorização entre os laboratórios do Mercosul para diluir, envazar e distribuir o repelente. :: LEIA MAIS »

Em estado de emergência, Brumado tem 157 casos do vírus zika em 2016

dengueEm estado de emergência na saúde pública desde o dia 2 de fevereiro, o município de Brumado, na região sudoeste da Bahia, já acumula 157 casos do vírus zika, 39 casos de dengue e um de febre chikungunya no ano de 2016. Os dados foram atualizados na terça-feira (17).

O número de casos do vírus zika representa mais de 60% do que foi registrado durante todo ano de 2015. Um dos motivos para o aumento foi a falta do larvicida que combate o mosquito na região.

O coordenador de Endemias do município, Fábio Carvalho, falou sobre o assunto. “O município sofreu com a falta do larvicida aproximadamente durante cinco meses e houve uma proliferação muito grande do mosquito”, resumiu. :: LEIA MAIS »

Bahia registra mais uma morte sob suspeita de microcefalia, diz Sesab

zikaSubiu para 11 o número de mortes sob suspeita de microcefalia na Bahia, conforme balanço divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) nesta quinta-feira (11). O 11º óbito foi registrado no município de Presidente Tancredo Neves, a 253 quilômetros de Salvador.

As outras dez mortes suspeitas foram nos municípios de Camaçari (1), Campo Formoso (1), Esplanada (1), Itabuna (1), Itapetinga (1), Olindina (1), Salvador (3) e Tanhaçu (1). :: LEIA MAIS »

Fiocruz diz que pode chegar à vacina contra o Zika em cinco anos

presidenteO presidente da Fundação Instituto Oswaldo Cruz (Fiocruz), Paulo Gadelha, disse hoje (4) que o desenvolvimento de uma vacina contra o vírus Zika pode levar cinco anos, prazo menor que a média para a descoberta de outros imunizantes.

Segundo Gadelha, a decisão da Organização Mundial da Saúde (OMS) de declarar emergência internacional por causa da microcefalia associada ao vírus Zika pode agilizar as pesquisas para o desenvolvimento da vacina.

“A OMS agiu corretamente ao tomar a decisão. É uma iniciativa que pode levar à descoberta da vacina de maneira muito mais rápida, pois a declaração vai facilitar a busca de parcerias em todo o mundo, reunindo esforços de entidades de pesquisas de todo o mundo”, disse Gadelha em entrevista após participar da solenidade que marcou o início das transmissões dos canais do Poder Executivo na TV digital aberta no Rio de Janeiro.  :: LEIA MAIS »

Microcefalia e zika são emergência de saúde internacional, declara OMS

aedesA disseminação do zika vírus e sua provável ligação com casos de microcefalia tornaram-se uma emergência de saúde pública internacional, declarou nesta segunda-feira (1º) a Organização Mundial da Saúde (OMS).

O anúncio foi feito em uma coletiva de imprensa em Genebra, depois da primeira reunião do Comitê de Emergência sobre zika vírus da OMS.

O grupo foi convocado na semana passada, quando o órgão demonstrou preocupação com a “propagação explosiva” do vírus e estimou que o número de casos nas Américas pode chegar a 4 milhões este ano.
:: LEIA MAIS »

Brasil tem 270 casos de microcefalia confirmados

microcefalia bebêBoletim divulgado hoje (27) pelo Ministério da Saúde confirma que 270 crianças nasceram com microcefalia por infecção congênita, mas não necessariamente pelo vírus Zika. A pasta ainda investiga 3.448 casos suspeitos de microcefalia.

Os números são referentes a registros feitos de outubro de 2015 a 20 de janeiro deste ano. A microcefalia pode ter como causa diversos agentes infecciosos, além do Zika, como sífilis, toxoplasmose, rubéola, citomegalovírus e herpes viral.

Em dezembro, o Ministério da Saúde chegou a confirmar 134 casos de microcefalia relacionada ao vírus Zika. Porém, a pasta voltou atrás e agora só reconhece seis casos de bebês que tiveram exame laboratorial positivo para Zika.
:: LEIA MAIS »

EUA confirmam caso de microcefalia por contágio do vírus zika no Brasil

aedes1Os Estados Unidos confirmaram o caso de um bebê nascido com microcefalia por contaminação do vírus zika. A criança nasceu em um hospital de Oahu, no Havaí, divulgou em nota, na sexta-feira (15), o departamento de saúde do estado norte-americano.

A mãe do bebê contraiu o vírus quando morava no Brasil, em maio do ano passado, e a criança contraiu a doença no ventre, conforme confirmaram testes de laboratório, diz o órgão de saúde. No Havaí, seis pessoas haviam contraído o vírus desde 2014, mas não foram infectadas.

O primeiro caso de infecção do vírus foi reportado no estado de Porto Rico, segundo autoridades do país.
:: LEIA MAIS »

Testes rápidos de Zika, dengue e chikungunya serão distribuídos em fevereiro

Zika_02O ministro da Saúde, Marcelo Castro, anunciou hoje (15) que kits para testes rápidos de detecção do vírus Zika, da febre chikungunya e da dengue serão distribuídos para laboratórios de todo o país em fevereiro.

“Nós vamos, provavelmente, distribuir agora em fevereiro. Com esse kit, a pessoa vai tirar o sangue e vai saber imediatamente se está com dengue, chikungunya ou com Zika”, disse o ministro após visita ao Instituto Butantan, em São Paulo. As três doenças são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia